Esnobaram! Relembre de casos em que jogadores rejeitaram a convocação da seleção brasileira

Diego Costa, Rafinha... qual o motivo de eles recusarem a amarelinha?

Para a grande maioria dos jogadores brasileiros, defender as cores da seleção é um verdadeiro sonho. Mas, por outro lado, também já tivemos alguns casos de atletas que esnobaram a convocação e decidiram seguir outro rumo na carreira.

Nessa reportagem o Sambafoot irá relembrar os principais casos de jogadores que rejeitaram vestir a amarelinha e perderam a chance de defender a única seleção de futebol do planeta que conquistou cinco vezes a Copa do Mundo.

Leandro

O lateral direito Leandro, craque do Flamengo na década de 80, pediu corte da Copa do Mundo de 1986, disputada no México, após o então treinador do Brasil, Telê Santana, dispensar o seu companheiro de equipe, Renato Gaúcho, da disputa do Mundial.

Renato e Leandro haviam fugido juntos da concentração, mas apenas o primeiro foi dispensado. Leandro foi perdoado devido ao seu prestígio junto ao grupo. Mas, por solidariedade ao amigo, pediu para ser liberado da Copa.

Diego Costa

foto diego costa

(Photo by DOUGLAS MAGNO/AFP via Getty Images)

 Diego Costa foi campeão brasileiro e da Copa do Brasil com o Atlético-MG no ano passado, mas antes disso nunca tinha defendido nenhum clube brasileiro. Sua carreira foi basicamente toda na Europa e, por isso, ele preferiu defender a seleção espanhola do que a brasileira – chegou a ser convocado uma vez para a amarelinha antes de tomar essa decisão.

Diego foi titular da Espanha nas Copas de 2014 e 2018. Além disso, é ídolo do Atlético de Madrid. Ele rescindiu recentemente o seu contrato com o Galo e está sem clube desde então. O atleta vem lidando com várias lesões nas últimas temporadas.

Serginho 

Com passagem de destaque por São Paulo e Milan, da Itália. O lateral-esquerdo e meia Serginho, enquanto estava no clube rossonero, pediu a “desconvocação” da seleção brasileira após a conquista do pentacampeonato mundial em 2002.

Ele entendia que não conseguiria ser titular da amarelinha naquela época, pois já estava com 32 anos, e preferiu dar foco total na sua carreira apenas no Milan.

Zé Roberto 

foto ze roberto

(Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)

 Zé Roberto jogou em alto nível até 2017, no Palmeiras, quando tinha 43 anos de idade. Mas, alguns anos antes, enquanto defendia o Santos, ele rejeitou a convocação do técnico Dunga para defender a seleção brasileira na Copa América de 2007.

Naquela altura, o meio-campista declarou que entendia que a sua trajetória na seleção canarinho já havia terminado. Ele disputou duas Copas do Mundo: 1998 e 2006.

Mario Fernandes

foto mario fernandes

(Photo by Epsilon/Getty Images)

 A então promessa do Grêmio, Mario Fernandes foi convocado por Mano Menezes para a seleção brasileira em 2011. Após dias sem dar um retorno, acabou sendo cortado da lista. Um tempo depois, ele disse que preferiu não jogar por não se sentir pronto para tal.

No ano seguinte ele foi vendido para o CSKA Moscou e se naturalizou russo, pouco tempo depois. Hoje ele está sem clube, mas chegou a defender a seleção da Rússia na Copa do Mundo de 2018 e na Eurocopa de 2020.

Rafinha 

foto rafinha

(Photo by Ricardo Moreira/Getty Images)

 O atual lateral-direito do São Paulo rejeitou a convocação do técnico Dunga em 2015. Ele alegou que não era a principal opção da seleção em sua posição. Ele, que na época defendia o Bayern de Munique, possivelmente também esperava uma oportunidade de ser convocado e se naturalizar alemão.

Mauro Silva 

 O volante foi campeão da Copa do Mundo de 1994 com a seleção brasileira e chamou a atenção ao pedir para não ser convocado para a disputa da Copa América de 2001, que seria na Colômbia.

Mauro, que na época defendia o espanhol Deportivo La Coruña, disse que achava o país sul-americano muito violento (guerrilheiros estavam em conflito) e não queria ir até lá para disputar a competição. Ele foi cortado e nunca mais foi convocado.

Matheus Nunes

foto matheus nunes

(Photo by Octavio Passos/Getty Images)

 O caso mais recente. Matheus Nunes, meia do Sporting, de Portugal, recusou convocação de Tite em setembro do ano passado. Ele nasceu no Rio, mas mudou-se para a “Terrinha” aos 13 anos e diz sentir-se mais português do que brasileiro.

Pouco tempo depois ele acabou sendo convocado pelo técnico Fernando Santos para a seleção portuguesa.

Artigos Relacionados