Galo campeão! Clube mineiro conquista o bicampeonato após 50 anos

Veja quais clubes estão na fila para quebrarem seus jejuns de títulos do Brasileirão

Era questão de tempo, muito pouco tempo para quem já esperou meia década. O Atlético-MG, que vinha liderando o Campeonato Brasileiro desde a 15ª rodada, após vencer o Juventude por 2 a 1, confirmou o seu bicampeonato nacional após vencer o Bahia, em Salvador, por 3 a 2, no dia 2 de dezembro. O título foi confirmado com três rodadas de antecedência.

Com uma campanha histórica, os mineiros soltaram o grito de “é campeão” após longos 50 anos de espera. O primeiro título do Galo havia sido em 1971, com um time histórico que contava com a lenda Dadá Maravilha, ídolo do clube.

Dessa vez o craque foi Hulk: artilheiro e melhor jogador da competição, ele comandou a equipe treinada por Cuca, que contava com outros jogadores de destaque como Diego Costa, Keno, Nacho Fernández, Eduardo Vargas, Matías Zaracho e Guilherme Arana.

Ao somar 81 pontos após vencer a partida da conquista, o Atlético-MG não poderia mais ser alcançado pelo vice-campeão Flamengo, pois faltavam apenas 9 pontos em disputa até o fim da competição.

A festa da torcida do Atlético-MG virou a madrugada em Belo Horizonte após a confirmação do título. Milhares de pessoas invadiram a Praça Sete – tradicional local de comemorações de futebol na cidade – para celebrarem a conquista após meia década de espera.

comemoracao

Ernane Fiúza/TV Globo

A campanha do Galo foi a segunda melhor da história do Brasileirão por pontos corridos, sistema vigente desde 2003, perdendo apenas para o Flamengo de 2019, que somou 90 pontos. O treinador Cuca se tornou o maior técnico da história do Atlético-MG com a conquista, isso porque ele também já havia sido o campeão da Copa Libertadores da América de 2013, feito inédito no Galo.

O jogo em que o clube recebeu o troféu da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi na rodada seguinte (37ª), vitória sobre Bragantino por 4 a 3 no Mineirão em 5 de dezembro, dia de festa para torcida e jogadores.

Números do Galo no Brasileirão 2021

Confira números e curiosidades da campanha do Atlético-MG até o fim da 37ª (penúltima) rodada do Brasileirão, em 6 de dezembro.

  • Pontuação: 84 pontos (contra 71 do vice Fla);
  • Vitórias: 26 vitórias (melhor desempenho do campeonato);
  • Derrotas: 5 derrotas (menor número do campeonato);
  • Aproveitamento: 75,7%;
  • Gols marcados: 64 (2º maior, atrás do Fla com 69);
  • Gols sofridos: 30 (melhor defesa do campeonato);
  • Artilheiro: Hulk (19 gols e artilheiro geral do campeonato);
  • Maior público: Atlético-MG 4×3 Bragantino pela 37ª rodada (61.573 pessoas, o maior do campeonato);
  • Média de público: 42.300 torcedores por partida (maior média do campeonato).

O time campeão

Confira na tabela o time-base do Galo campeão do Brasileirão de 2021 treinado por Cuca:

Jogador

Posição

Everson Goleiro
Mariano Lateral-direito
Nathan Silva / Réver Zagueiro
Júnior Alonso Zagueiro
Guilherme Arana Lateral-esquerdo
Allan Volante
Jair Volante
Matías Zaracho Meia
Nacho Fernández Meia
Hulk Atacante
Diego Costa / Keno Atacante

Outros jejuns no Campeonato Brasileiro

Agora o Galo passou para o Internacional o posto de maior jejum de títulos no Campeonato Brasileiro. Confira na tabela abaixo quais são os cinco clubes que estão a mais tempo sem soltar o grito de campeão do torneio:

Posição

Clube

Último título

Total de títulos

1 Internacional 1979 3 (1975, 1976 e 1979)l
2 Coritiba 1985 1 (1985)
3 Bahia 1988 2 (1959 e 1988)
4 Botafogo 1995 2 (1968 e 1995)
5 Grêmio 1996 2 (1981 e 1996)

Os campeões do Brasileirão

O Campeonato Brasileiro já teve 65 edições desde que sua disputa foi iniciada no ano de 1959. Confira abaixo quais foram os campeões, por ordem de títulos, da história do torneio após a confirmação da conquista do Galo.

  • 10 títulos: Palmeiras (1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994, 2016 e 2018);
  • 8 títulos: Flamengo (1980, 1982, 1983, 1987, 1992, 2009, 2019 e 2020) e Santos (1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002 e 2004);
  • 7 títulos: Corinthians (1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015 e 2017);
  • 6 títulos: São Paulo (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008);
  • 4 títulos: Cruzeiro (1966, 2003, 2013 e 2014), Fluminense (1970, 1984, 2010 e 2012) e Vasco (1974, 1989, 1997 e 2000);
  • 3 títulos: Internacional (1975, 1976 e 1979);
  • 2 títulos: Atlético-MG (1971 e 2021), Grêmio (1981 e 1996), Botafogo (1968 e 1995) e Bahia (1959 e 1988);
  • 1 título: Athletico-PR (2001), Sport (1987), Coritiba (1985) e Guarani (1978).

E aí, quem vai levar o Brasileirão do próximo ano? Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras – os três melhores de 2021 – já podem ser considerados os favoritos novamente? Uma coisa é certa: o torneio está sendo cada vez mais difícil de se vencer e não podemos duvidar de surpresas acontecerem na próxima edição do torneio mais disputado do mundo!

Artigos Relacionados

jan 12, 2021
Balao Comentario 0
Jorge Sampaoli perde oportunidade única de encostar na ponta e Galo patina em tentar alcançar líder São Paulo. Braga conquista belo resultado dentro de casa diante uma das equipes mais fortes do Brasileirão.
jan 12, 2021
Balao Comentario 0
Casa de apostas estampará sua marca no meio da camisa do Galo com planos ambiciosos ao futebol brasileiro e latino.
jan 21, 2021
Balao Comentario 0
Jogando na Arena, Tricolor Gaúcho empata e ignora “ajuda” ao Galo em busca do título do Brasileirão 2020.
jan 27, 2021
Balao Comentario 0
Peixe sofre segunda derrota seguida e ignora atuação ruim no Brasileirão em foco a final diante o Palmeiras na Liberta.
jan 30, 2021
Balao Comentario 0
Anunciado antes no Porto e Palmeiras, Galo pegou os amantes de esporte de surpresa ao revelar novo reforço.
fev 01, 2021
Balao Comentario 0
Treinador argentino enfrenta seu segundo ano consecutivo no futebol brasileiro comandando times que buscam a taça do Brasil