Raio-X da Série B: Quem está perto de subir e de cair nas últimas três rodadas da segundona

Grandes clubes decepcionaram e vão amargar mais um ano na competição

A Série B do Campeonato Brasileiro é equivalente ao segundo nível nacional do futebol no país. O torneio de 2021 teve início em 28 de maio e irá terminar no dia 27 de novembro. Vinte equipes lutam por quatro vagas na Série A do Brasileirão e, para isso, sonham em terminar a competição no famoso G4 – grupo dos quatro primeiros – para alcançarem o almejado acesso. Para saber como fazer um bom palpite, confira no Sambafootos melhores prognósticos do futebol brasileiro no campeonato.

Já foram disputadas 35 de 38 rodadas na competição. E, nesse momento, os quatro clubes que subiriam para a Série A seriam: Botafogo, Coritiba, Avaí e Goiás. O CRB, o Guarani e o CSA ainda sonham em conseguir o acesso nas últimas três partidas restantes. A luta para não cair para a Série C também está acirrada e, nesse momento, os clubes que seriam rebaixados são: Londrina, Vitória, Confiança e Brasil de Pelotas. O último, inclusive, já está rebaixado matematicamente e apenas cumpre tabela. O Brusque e o Remo são os dois times mais ameaçados de entrarem na “zona da degola”.

A tabela abaixo mostra a situação de momento dos clubes na Série B após a conclusão da 35ª rodada, em 11 de novembro. Sempre vale ressaltar que os quatro primeiros são promovidos para a primeira divisão e os quatro últimos são rebaixados. Confira:

Posição

Clube

Pontos

Jogos

1 Botafogo 63 35
2 Coritiba 61 35
3 Avaí 58 35
4 Goiás 58 35
5 CRB 57 35
6 Guarani 56 35
7 CSA 55 35
8 Náutico 49 35
9 Vasco 47 35
10 Sampaio Corrêa 46 35
11 Cruzeiro 46 35
12 Operário-PR 45 35
13 Vila Nova-GO 44 35
14 Ponte Preta 43 35
15 Remo 41 35
16 Brusque 38 35
17 Londrina 38 35
18 Vitória 37 35
19 Confiança 35 35
20 Brasil de Pelotas 23 35

Gigantes que decepcionaram

A Série B de 2021 conta com clubes que possuem grandes torcidas e importantes títulos em sua história. Ao contrário do Botafogo, que está assegurando o acesso, o Cruzeiro e o Vasco – outros gigantes do futebol nacional – decepcionaram na atual temporada.

O clube mineiro conseguiu, no máximo, ocupar a 11ª colocação durante a competição, na 35ª rodada. A mudança de treinadores – foram 2 trocas durante a competição – e os recorrentes atrasos salariais foram suficientes para segurar a Raposa pelo terceiro ano seguido longe da primeira divisão. O Cruzeiro foi rebaixado em 2019 e não consegue encontrar um caminho para voltar para a Série A.

O Vasco teve quatro treinadores diferentes durante a Série B, um recorde na temporada atual. O time, porém, chegou a realmente sonhar com acesso e ocupou o 6º lugar do torneio após o fim da 31ª rodada. Mas o clube carioca vai ter que disputar a segundona novamente em 2022. Essa será a quinta vez que a equipe cruz-maltina irá disputar a competição, as outra vezes foram em 2009, 2014 e 2016, além da temporada atual.

Números da Série B

Veja na lista abaixo algum dos números e curiosidades da Série B do Brasileirão até aqui:

  • Melhor ataque: Botafogo (51 gols);
jogadores botafogo festejam golo

Jorge Rodrigues / AGIF

  • Melhor defesa: Botafogo e Vitória (28 gols);
  • Pior ataque: Brasil de Pelotas (22 gols);
  • Pior defesa: Brusque (54 gols);
  • Artilheiro: Edu do Brusque (16 gols);
  • Mais assistências: Élvis do Goiás (11 passes para gols);
  • Maior público: Cruzeiro 2×0 Brusque, pela 35ª rodada em 09/11 (32 mil pessoas);
  • Menor público: Londrina 3×1 Sampaio Corrêa, pela 28ª rodada em 03/10 (83 pessoas);
  • Mais troca de técnicos: Vasco da Gama (3 trocas).

Números históricos da Série B

A Série B do Campeonato Brasileiro é disputada desde 1971. Foram 38 edições nesse período, sendo 12 delas no formato atual (disputa por pontos corridos). Veja na lista abaixo alguns números e curiosidades históricas dessa tão disputada competição:

  • Mais conquistas: Coritiba, América-MG, Goiás, Paysandu, Palmeiras e Bragantino (2 vezes);
  • Estado com mais títulos: São Paulo (10 títulos);
  • Região com mais títulos: Sudeste (18 títulos);
  • Cidade com mais títulos: São Paulo (5 títulos);
  • Mais participações: CRB (31 participações);
  • Mais participações no modelo de pontos corridos: Paraná (12 participações);
  • Maior público: Vasco 2×1 Juventude, em 2009 (81 mil pessoas no estádio Maracanã);
  • Maior goleada: Paulista 9×0 Paysandu, em 2006.

A briga para saber quais serão os quatro promovidos e os quatro rebaixados será acirrada nas últimas três rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro. Essa competição, que é o “pesadelo” e sempre evitada ao máximo pelos grandes clubes do Brasil, está cada vez mais disputada e promete ser ainda melhor nos próximos anos.

Artigos Relacionados