Contratações de peso: Quem são os jogadores mais caros e que mais movimentaram dinheiro na história do futebol?

De acordo com estudo da FIFA, Brasil é o país que mais negociou jogadores nos últimos dez anos

Ano após ano, o dinheiro se torna cada vez mais imprescindível quando o assunto é montar bons times de futebol. De acordo com a FIFA, órgão máximo do esporte no mundo, a última década registrou gastos equivalentes a mais de R$ 250 bilhões em negociações no mercado internacional de transferências. As cinco contratações mais caras da história do futebol também aconteceram nos últimos dez anos.
Os dados foram divulgados pela FIFA em um documento publicado pela primeira vez no seu site oficial, em agosto desse ano. Intitulado “Dez Anos de Transferências Internacionais”, o estudo não levou em conta as transações domésticas – entre clubes do mesmo país -, e analisou apenas os negócios feitos entre clubes de nações diferentes. Os dados são dos anos de 2011 a 2020.

O Brasil foi o grande destaque do estudo: 1º lugar entre os países que mais negociaram jogadores (15.128), 1º lugar entre os jogadores que mais movimentaram dinheiro (R$ 36 bilhões), e o caso do atacante brasileiro Neymar, que foi o responsável pela maior de todas as transferências, quando trocou o Barcelona pelo PSG em 2017, por €222 milhões.

As diretorias dos grandes clubes já mostram menos receio em gastar, e a torcida quer ver jogadores estrelados vestindo a camisa do seu time de coração. Mas quais foram as contratações mais badaladas da história do futebol? E no Brasil, quais foram os reforços mais caros? Listamos, também, os jogadores que mais movimentaram dinheiro em todos os tempos, ou seja, que foram envolvidos em diversas negociações, somando milhões e milhões de euros empenhados por clubes ao redor do mundo.

As contratações mais caras da história do futebol mundial

Brasil e França são o destaque no top 5, com dois atletas cada.

  • Neymar Jr: o astro brasileiro custou aos cofres do Paris Saint-Germain (PSG) um valor de €222 milhões. O clube francês pagou todo esse dinheiro ao Barcelona, da Espanha, no ano de 2017.

  • Kylian Mbappé: o atacante francês deixou o Monaco em 2018, partindo para outro time da liga francesa – o milionário PSG, por €180 milhões.
  • Philippe Coutinho: o meia brasileiro foi contratado pelo Barcelona por €145 milhões em 2018. Antes disso, ele brilhou no futebol inglês, onde vestiu a camisa do Liverpool.
  • João Félix: a promessa portuguesa vinha se destacando no próprio país, quando defendia as cores do Benfica. Em 2019, porém, o Atlético de Madrid ofereceu €126 milhões pelo jogador e oficializou a sua contratação.
  • Antoine Griezmann: o atacante francês se tornou ídolo do Atlético de Madrid, mas o rival Barcelona se interessou pelo jogador e o contratou, em 2019, por €120 milhões. Ele, porém, é o único desta lista que não permanece até hoje no clube que comprou seu passe pelo valor milionário, uma vez que retornou ao Atlético em agosto de 2021.

As contratações mais caras do futebol brasileiro

Os clubes nacionais também não tiveram medo de gastar nos últimos anos. Das cinco maiores contratações, quatro foram feitas pelo gigante Flamengo:

  • Pedro: o atacante brasileiro já estava emprestado pela Fiorentina da Itália ao Flamengo. O clube rubro-negro desembolsou R$ 87 milhões, em 2020, para manter o jogador no elenco.
  • Gabriel Barbosa: o caso do artilheiro Gabigol foi parecido com o de Pedro. Ele estava emprestado ao Flamengo e pertencia a Inter de Milão, da Itália. O Urubu gastou R$ 78,6 milhões para que o jogador não retornasse para o seu antigo clube, em 2020.
  • Giorgian de Arrascaeta: mais um jogador do Flamengo na lista. O meia uruguaio custou R$ 63,7 aos cofres rubro-negros, que fizeram a sua contratação junto ao Cruzeiro, em 2019. Assim como os dois jogadores acima, ele ainda está no clube.
  • Carlos Tévez: essa é única negociação que não ocorreu na última década. O craque argentino já era famoso em sua terra natal, quando brilhou no Boca Juniors. Em 2005, o Corinthians desembolsou R$ 60,5 milhões para comprá-lo. O jogador rescindiu contrato com o Boca recentemente e é provável que vá anunciar a sua aposentadoria no final de 2021.
  • Gerson: o meia custou aos cofres do Flamengo um valor de R$ 49,7 milhões, em 2019. Ele não vinha jogando bem na Roma da Itália, e brilhou nos gramados cariocas antes de retornar ao futebol europeu no meio desse ano. Atualmente, está no Olympique de Marselha, da França.

Os jogadores que mais movimentaram dinheiro

Existem, também, os jogadores que movimentaram rios de dinheiro em mais de uma transferência em sua carreira. São os atletas recordistas em movimentações financeiras no mercado futebolístico, se somados todos os valores gastos pelos clubes para contratá-los. Na tabela abaixo, listamos quem são eles, onde jogam, e alguns clubes que ”ajudaram” esses atletas a se tornarem tão valiosos:

Ranking

Jogador

País

Posição

Clube atual

Outros clubes

Valor movimentado

1 Romelu Lukaku Bélgica Atacante Chelsea (ING) Man. United (ING) e Inter (ITA) €327,6 milhões
2 Neymar Brasil Atacante PSG (FRA) Barcelona (ESP) €310 milhões
3 Cristiano Ronaldo Portugal Atacante Man. United (ING) R. Madrid (ESP) e Juventus (ITA) €245 milhões
4 Álvaro Morata Espanha Atacante Juventus (ITA) R. Madrid (ESP) e Chelsea (ING) €189 milhões
5 Antoine Griezzmann França Atacante At. Madrid (ESP) Barcelona (ESP) €184 milhões

Artigos Relacionados

nov 13, 2020
Balao Comentario 0
Jogador chegou a se apresentar na Granja Comary mas não conseguiu se recuperar a tempo aos duelos.
fev 04, 2021
Balao Comentario 0
Com a renovação de Neymar, time parisiense coloca sua ambição de transformar a equipa a nível europeu.
abr 12, 2021
Balao Comentario 0
O camisa 10 da Seleção Brasileira e ex-jogador do Santos FC e Barcelona, ficou dois anos consecutivos no top 10 do Transfermarkt.
abr 10, 2021
Balao Comentario 0
Mbappe marcou duas vezes com Neymar fazendo duas assistências no espaço de 25 minutos na vitória.
fev 12, 2021
Balao Comentario 0
Atacante brasileiro sofre nova lesão próximo de decisão importante na Champions League.
fev 19, 2021
Balao Comentario 0
Parisienses atuam melhor na Espanha e levam vantagem no saldo de gols fora de casa.