Sem brasileiros, Manchester City massacra Chelsea de Thiago Silva na Premier League

As duas equipes ainda não mostraram a que vieram na temporada, mas o City foi mais letal rente à baliza e massacrou adversário que anda decepcionando críticos com performances aquém do esperado.
Chelsea x City
© Manchester City

O Chelsea perdeu por 3 a 1 ao Manchester City pela 17ª jornada da English Premier League no fim de semana, em pleno Stanford Bridge.

Os Blues ainda não engrenaram no comando do ídolo Frank Lampard, mesmo tendo assinado com promessas alemães de alto calibre como Kai Havertz e Timo Werner.

No duelo apenas Thiago Silva foi o jogador brasileiro em campo. No entanto, dois brasucas naturalizados italianos estiveram na bancada: Emerson Palmieri e Jorginho, ambos do lado londrino.

As estatísticas mostraram com 54% de posse de bola, finalizando ao todo nove vezes, porém duas à baliza.

O azul de Manchester foi imbatível! Chutou em 18 oportunidades, seis ao gol.

Lampard armou a equipe em um 4-3-3 com o estadunidense Christian Pulisic, Werner e o holandês Hakim Ziyech.

Pep Guardiola repetiu o mesmo esquema com Phil Foden, Kevin De Bruyne e Raheem Sterling como a tríade titular.

Ilkay Gundogan deu o pontapé no marcador a favor do City aos 18 minutos de bola rolando, quando Edouard Mendy deu assistência ao alemão abrir a contagem.

Phil Foden dobrou a vantagem aos 21 minutos com uma bela finalização, depois veio Kevin De Bruyne finalizar um contra-ataque aos 34 minutos.

Os Blues ocupam a oitava posição e têm apenas uma vitória em suas seis partidas anteriores na liga.

Enquanto o City, a quinta com 29 pontos e também anda ruim das pernas e com um trabalho questionável do até então ex-melhor treinador do mundo.