Diego Costa encerra estadia no Atlético de Madrid

Jogador perdeu lugar na última temporada e está livre para acertar seu destino.
Diego Costa - atleti - 2020
© Atlético de Madrid

Começou como um rumor, no entanto na terça-feira (29), o próprio Atlético de Madrid confirmou rescindir o contrato com Diego Costa, vigente até 30 de junho de 2021.

“O Atlético de Madrid e Diego Costa chegaram a um acordo para a rescisão do contrato do atacante, que termina em 30 de junho de 2021.

“O jogador hispano-brasileiro pediu ao clube seu afastamento por motivos pessoais há alguns dias e assinou nesta terça-feira a rescisão de seu contrato, sendo desvinculado da nossa entidade.”

O sergipano, natural de Lagarto, chegou ao clube, em 2006, aos 17 anos e disputou 215 partidas oficiais em duas etapas, marcando 83 gols e distribuindo 36 assistências.

Durante sua temporada no Atlético de Madrid, ele ganhou uma La Liga (2013-14), uma Copa del Rey (2013), uma Liga Europa (2018) e duas Supercopas europeias (2010 e 2018).

“Agradecemos pela dedicação durante esses anos e desejamos boa sorte na próxima etapa de sua carreira profissional”, observa o comunicado Rojiblanco.

Secundário nos planos de Diego Pablo Simeone durante esta temporada devido ao desembarque do charrúa Luis Suárez, e acompanhado das altas lesões, o futebolista pediu ao clube para rescindir seu contrato para buscar um novo desafio profissional. Resta saber agora onde seu futuro estará. Futebol brasileiro ou europeu?

De acordo com as notícias do mundo da bola, Juventus e Wolverhampton da Inglaterra estariam dispostos a assinar com o artilheiro brasileiro naturalizado espanhol.

O Atléti, por sua vez, agora começará a trabalhar para encontrar uma nova alternativa interessante para sua trama ofensiva, razão pela qual precisamente um número notável de nomes próprios apareceu no palco.

A imprensa espanhola especula que o polonês Milik, de Nápoles poderia aterrar na capital espanhola por um valor de 10 milhões de euros (cerca de R$63mi na cotação atual).