Pelo Brasileirão, Botafogo não sai do zero com Goiás no Nilton Santos

Estrela Solitária tem porcentagem alta de bola improdutiva, é incapaz de abrir o placar com o lanterna do campeonato e sofre duras críticas por desperdiçar pontos no Nilton Santos.
Botafogo x Goiás - Brasileirão 20 - 19/10
© Vítor Silva / Botafogo F.R.

Na noite de segunda-feira (19), durante o fechamento da 17ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2020Botafogo empatou por 0 a 0 contra o Goiás, no Engenhão 

Com 69% de posse de bola alvinegra, o Glorioso não conseguiu ultrapassar a defesa esmeraldina. 

Bruno Lazaroni, técnico do Botafogo, escalou a equipe no 4-3-3, e agora enfrenta sérias críticas sobre o estilo de jogo da equipa e sua capacidade de  

Luís Flores, o técnico interino do Goiás, substituindo Enderson Moreira, expulso na rodada anterior contra o Bahia, armou o 4-3-3. 

Uma das coisas que mais assustou foi ao analisar o plantel do Bota e encontrar nomes como Kelvin, que não era aproveitado pelo Avaí, clube que atua na Série B.  

Os erros em fundamento de passe explicam o resultado, como também a desorganização tática encontrada. 

A partida contou com mais chances produzidas para o Botafogo, com destaque para Tadeu. O guarda-redes do Goiás foi o melhor na derrota diante o Flamengo, na rodada anterior e segue sendo o destaque do time. 

O japonês Honda, também passou em branco e viu o Bota ser mega-ultra dependente de seu brilho. Mesmo, perto da aposentadoria. 

Agora, o Fogão que somou apenas um ponto, finca nos 19 pontos na 14ª colocação, se afastando da zona de rebaixamento, que, até o momento, parece ser sua ambição no Brasileirão. O próximo duelo será novamente com o mando a seu favor contra o Ceará, no sábado (24). 

O Goiás permaneceu na lanterna com 11 pontos e encara o Vasco da Gama, que não sabe o que é vencer há 8 partidas, na Serrinha, no dia seguinte. 

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0