Quatro jogadores do Palmas e presidente falecem em acidente de avião

Aeronave caiu enquanto levava os atletas para o duelo da Copa Verde.

Neste domingo (24), um trágico acidente chocou o mundo da bola. O clube de Tocantins da quarta divisão Palmas FC perdeu quatro jogadores e o presidente do clube Lucas Meira.

Os atletas Lucas Praxedes (23 anos), Guilherme Noé (28), o goleiro Ranule (27) e Marcus Molari (23) estavam a bordo, como também o piloto, Wagner Machado.

Todos os jogadores haviam sido contratados em 2021.

A aeronave transportava os falecidos para uma partida da Copa do Brasil contra o Vila Nova no domingo, válido pela Copa Verde — competição de clubes do Norte e Centro-Oeste do País.

Por conta da tragédia, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adiou o duelo.

Nesta segunda-feira (25), o Instituto Médico Legal (IML) liberou os corpos que serão enterrados ainda nesta semana.

Não se sabe a causa que provocou o acidente da aeronave, no entanto, foram acionadas equipes do Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticas (SRIPA VI), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), localizado em Brasília (DF). A investigação não tem data prevista de término.

O caso é de se estranhar pelo fato de o avião pertencer a uma construtora com sede no Pará chamada Meirelles Mascarenhas Ltda e desautorizada para realização de serviços de táxi aéreo.

Porém, de acordo com o “GE”, a assessoria do Palmas afirmou que o imóvel foi adquirido pelo próprio presidente.

Times de futebol fazem homenagens

Todos os clubes da Série A do Brasileirão 2020 fizeram homenagens ao Palmas. No entanto, a equipe da Chapecoense, recém-promovida a elite do futebol brasileiro e que sofreu o trágico acidente que levou 71 pessoas, também se solidarizou com o pequeno time.

Artigos Relacionados