Espanha verde e amarela! Saiba quais brasileiros já brilharam no maior clássico do mundo entre Real Madrid e Barcelona

Barcelona e Real Madrid são os integrantes do “El Clásico” ("O Clássico", em português), o maior clássico de futebol de toda a Espanha e considerado, por muitos, o maior de todo o planeta.

As duas equipes – que estão entre as mais poderosas do mundo – fazem o duelo épico há mais de cem anos. Já disputaram mais de mil partidas, e a rivalidade transcende os campos de futebol espanhóis desde 1916, quando ocorreu o primeiro jogo entre eles.

Enquanto o Real Madrid representa a realeza e o poder centralizador da capital espanhola, o Barcelona simboliza o povo catalão e o seu desejo de independência do restante do país.

O primeiro clube tem sede na capital e maior cidade da Espanha, com mais de três (3) milhões de pessoas. O segundo, por sua vez, fica na capital da região da Catalunha, e tem uma população de quase dois (2) milhões de habitantes. Ambas as equipes representam as duas maiores cidades e as duas maiores torcidas do futebol espanhol.

Os clubes são multicampeões e respeitados em todos os cantos do mundo. O Real já foi sete (7) vezes campeão mundial e 13 vezes campeão europeu. Já o Barça, conquistou o mundo em três (3) oportunidades e a Europa em cinco (5). Eles são também os dois maiores campeões do Campeonato Espanhol, com 34 e 26 títulos, respectivamente.

Craques brasileiros que já passaram e brilharam pelos clubes espanhóis

Muitos brasileiros brilharam e ajudaram esses gigantes do futebol a construir suas belas histórias e acirrar ainda mais a rivalidade entre eles. O Barcelona já contou com 36 jogadores do Brasil, e o Real Madrid, com 29. Veja abaixo quem foram os de maior destaque – e os que ainda são:

Barcelona

– Romário (1993 a 1995)

O “baixinho” jogou apenas a temporada 1993-1994 completa no clube catalão e saiu no início de 1995. O curto período foi o bastante para se tornar ídolo dos torcedores “culés”. Ele foi campeão do Campeonato Espanhol de 1994 e eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA no mesmo ano.

– Rivaldo (1997 a 2002)

Os cinco (5) anos na Catalunha foram de sucesso para Rivaldo. Ele foi bicampeão espanhol (1998 e 1999) e eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA em 1999.

– Ronaldinho Gaúcho (2003 a 2008)

O craque representou o clube por cinco (5) anos e conquistou a Liga dos Campeões da UEFA de 2006, entre outros títulos. Faturou duas vezes o prêmio de melhor jogador do mundo da FIFA em 2004 e 2005. O jogador ficou no top 5 dos melhores da história do Barcelona em lista feita recentemente pelo jornal britânico Daily Mail.

– Daniel Alves (2008 a 2016)

É o brasileiro que mais venceu títulos e que mais tempo jogou no clube. Em oito (8) anos, o lateral levantou taças em incríveis 23 oportunidades. Destaques para o tricampeonato mundial e o tricampeonato europeu, conquistados em 2009, 2011 e 2015.

– Neymar (2013 a 2017)

Neymar deixou o Barça em 2017 para assinar com o francês Paris Saint-Germain (PSG), após proposta milionária. Mas, antes disso, ele brilhou no clube catalão. Foram quatro (4) anos e oito (8) títulos. Os mais importantes foram o Mundial de Clubes da FIFA de 2015 e a Liga dos Campeões da UEFA do mesmo ano.

Real Madrid

– Didi (1959 a 1960)

O craque bicampeão mundial com a seleção brasileira (1958 e 1962) foi um dos primeiros do país a jogar no clube detentor de mais títulos do planeta. Ele defendeu o Real por apenas um (1) ano, mas foi o suficiente para ser campeão europeu em 1960.

– Roberto Carlos (1996 a 2007)

Roberto Carlos foi o brasileiro que mais tempo jogou no clube de Madrid. Defendeu as cores do Real por 11 anos e conquistou 13 títulos. Destaque para um bicampeonato mundial (1998 e 2002) e um tricampeonato europeu (1998, 2000 e 2002). Foi eleito o melhor lateral-esquerdo da história do clube pelo jornal espanhol Marca.

– Sávio (1998 a 2002)

Sávio nunca foi titular absoluto do Real Madrid devido a sérias lesões, mas ajudou o clube a conquistar títulos importantes em seus quatro (4) anos na equipe. Foi campeão mundial (1998) e europeu (1998, 2000 e 2002).

– Kaká (2009 a 2013)

Permaneceu no clube por quatro (4) anos, embora não tenha conseguido se firmar como titular absoluto devido a lesões. Chegou em Madrid como estrela mundial e nunca deixou de ser o grande nome da seleção brasileira no período em que esteve na Espanha, onde foi campeão nacional (2012).

– Pepe (2007 a 2017)

Pepe é natural de Maceió, mas se naturalizou português em 2007 para defender a seleção do país. É considerado, com justiça, um dos grandes zagueiros da história do clube merengue, que defendeu por dez (10) anos e onde conquistou 13 títulos – entre eles, um tricampeonato europeu (2014, 2015 e 2016).

Brilharam nos dois clubes

Apenas dois (2) jogadores conseguiram a façanha de brilhar e se tornar ídolos de ambos os gigantes em suas passagens pela Espanha: Evaristo de Macedo e Ronaldo.

Evaristo defendeu as cores do Barça entre 1957 e 1962 e foi bicampeão espanhol (1959 e 1960). Ele também ganhou, em duas oportunidades, a Taça das Cidades com Feiras – precursora da atual Liga Europa da UEFA – em 1958 e 1960. No Real Madrid, ficou entre 1963 e 1965 e também conquistou títulos. Ele é considerado uma “lenda” pelas duas instituições e é o brasileiro que mais marcou gols pelo Barcelona.

Ronaldo jogou no Barcelona entre 1996 e 1997, e seu título de maior destaque foi a Recopa Europeia de 1997. No Real, ficou entre 2002 e 2007, e foi campeão mundial em 2002. Está nas listas dos 50 melhores jogadores de todos os tempos de ambos os clubes, divulgadas pelo jornal inglês Daily Mail. Foi o melhor jogador do mundo pela FIFA em 1996, 1997 e 2002, quando jogou na Espanha.

Brasileiros que ainda disputam El Clásico

O Barcelona conta com o meia Philippe Coutinho e o goleiro Neto como os brasileiros de seu elenco atual. Coutinho está no clube desde 2018, chegou a ser titular absoluto por um período, mas não conseguiu se firmar na posição e busca o seu espaço no clube – onde conquistou um bicampeonato espanhol (2019 e 2020). Já Neto, representa o clube catalão desde 2019, e é goleiro e reserva do ídolo alemão Ter Stegen.

O Real conta com cinco (5) brasileiros em seu elenco. O lateral Marcelo e o volante Casemiro são ídolos e estão no clube há 14 e oito (8) anos, respectivamente, e já foram multicampeões. O atacante Vinícius Júnior é considerado a principal promessa e esperança do torcedor madrilenho, de acordo com jornais espanhóis. O zagueiro Éder Militão e o atacante Rodrygo completam a lista.

Artigos Relacionados

jan 04, 2021
Balao Comentario 0
De acordo com o programa ‘El Charinguito,’ jogador recusou explicando que se juntará ao PSG que também assinará Messi.
jan 31, 2021
Balao Comentario 0
Brasileiros são os vilões de noite conturbada na capital espanhola. Números de derrotas dos Blancos na temporada 2020/21 é superior em comparação às passadas.
fev 10, 2021
Balao Comentario 0
Os indicados ao Samba de Ouro, Viniciur Júnior e Marcelo atuam bem em mais uma rodada de La Liga.
mar 12, 2021
Balao Comentario 0
Com o Paris classificado para a próxima fase do mata-mata da Champions League, a equipe francesa aguarda o próximo adversário
mar 03, 2021
Balao Comentario 0
Brasileiro deixou o dele na mesma noite em que marcou a aparição número 100 e levou elogios de imprensa europeia.
fev 19, 2021
Balao Comentario 0
Parisienses atuam melhor na Espanha e levam vantagem no saldo de gols fora de casa.