Santos retorna à Libertadores, decepciona e não sai do zero com Olímpia

Foi o primeiro tropeço na competição no retorno à principal competição de clubes da América do Sul, seis meses após a parada forçada pela pandemia de Covid-19.
16/09/2020 7:49 AM
Santos FC
© Ivan Storti / Santos FC

Mesmo com a bênção do Rei Pelé antes da partida, o Santos jogou aquém do esperado e ficou no empate sem gols com o Olimpia (PAR) na noite de terça-feira (15), na Vila Belmiro, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.  O jogo marcou a volta da principal competição continental seis meses após a parada forçada pela pandemia de coronavírus 

Antes da paralisação, o Peixe tinha 100% de aproveitamento na competição. 

A partida foi especial para Raniel. Era a primeira vez em campo após dez dias em isolamento por conta de ter contraído a Covid-19.  

O atacante protagonizou um lance em que fura uma bicicleta no fim do primeiro tempo. Permaneceu no relvado até os 17 da etapa final. 

Mas quem chegou com moral foi Marinho, o atacante do Glorioso Alvinegro Praiano, atual artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro com seis gols, foi abençoado pelo maior jogador de todos os tempos, Pelé, pelas redes sociais antes da partida. 

O campeão do mundo três vezes com a Seleção Brasileira, escreveu “continue me fazendo sorrir hoje”. O jogador, no entanto, foi discreto e ainda levou um cartão no final. 

Pelo lado paraguaio, precisa se fazer a menção de uma estrela do futebol do país vizinho: Roque Santa Cruz. O veterano de 39 anos, natural de Assunção, com passagens pelo Manchester City e Bayern de Munique ficou apenas 16 minutos em campo e foi substituído sem lesão. 

No total, o Santos foi superior. Com 60% de posse de bola, 16 finalizações (apenas três ao gol) e uma grande oportunidade, contra dez chutes e quatro à baliza, no entanto, com nenhuma ocasião perdida considerada ‘chocante’ como os rivais. 

Apesar do empate, o Peixe segue na liderança do Grupo B, com sete pontos. O vice? Justamente o Olimpia, com cinco.  

Os demais compositores do nicho são Defensa y Justiça (pontuação zerada) e Delfín, equipes que duelam na quinta-feira (17). 

O Leão do Mar volta a campo na principal competição da América contra o Delfín, no dia 24 de setembro, na cidade de Manta, Equador. No entanto, antes disso tem um compromisso com o Botafogo, neste domingo (20), pela 11ª rodada do Brasileirão. 

 

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0