Na altitude, Athletico-PR vence de virada J. Wilstermann na Libertadores

O jogo marcou a volta do segundo time brasileiro à principal competição continental seis meses após a parada forçada pela pandemia de coronavírus.
16/09/2020 8:35 AM
Athletico Paranaense
© Athletico Paranaense

Na retomada da Copa Libertadores, o Gigante de Curitiba, Athletico Paranaense, bateu por 3 a 2 o Jorge Wilstermann pela terceira jornada do Grupo C. Lucho, Christian e Walter balançaram as redes para o lado vencedor, enquanto, Serginho e Gilbert Álvarez descontaram aos donos da casa. 

A bola começou a rolar de forma maluca, se o Furacão chegou em menos de cinco minutos à baliza duas vezes, os Aviadores também retomaram sua força.  

O que deu certo, pois em nove minutos os mandantes já haviam marcado o primeiro tento.

Em lançamento longa da defesa para o ataque, Álvarez aproveita o quique da bola para empurrar para o fundo do gol e abrir o placar. 

Lucho igualou o placar aos 39. Com isso as equipes foram ao intervalo no 1 a 1. 

Contudo, dez minutos após a volta das equipes a campo, os bolivianos viraram com Serginho. 

O sabor do futebol é único. Em jogo de viradas, o Athletico não fez feio, o contrário, arrancou outra remontada aos 28 minutos do segundo tempo, com Christian que marcara aos trancos e barrancos. 

Ninguém queria ficar no 2 a 2 se o alvo era ser líder da tabela. Nos acréscimos, Walter após receber uma grande assistência de Jonathan, domina e sacramenta o triunfo paranaense. 

Com o resultado, o Rubro-negro assume a liderança do grupo, com 6 pontos. Já o Jorge Wilstermann fica em terceiro, com 3 pontos marcados.  

Na próxima rodada, o  Athletico recebe o vice-líder Colo-Colo, equipe na qual está empatada na pontuação. O jogo é um confronto direto valendo o topo do grupo, no dia 23 de setembro. 

Logo depois, terá de encarar o Bahia, em um intervalo de três dias (26), também na Arena da Baixada, às 19h (horário de Brasília). O time boliviano, por sua vez, recebe o Penãrol, dia 24. 

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0