Lesionado, Neymar deve desfalcar Brasil nas eliminatórias

Neymar vira preocupação para PSG e CBF nos jogos do mês de fevereiro. L’Equipe e RMC informam que camisa 10 pode perder até três semanas em recuperação.
Neymar
© Lucas Figueiredo / CBF

As novas atualizações sobre a lesão de Neymar sofrida na vitória do Paris Saint-Germain contra o Istanbul Basaksehir por 2 a 0, colocam em dúvida o futuro do atacante nas próximas rodadas da Ligue 1 e até da Seleção Brasileira. 

Segundo a rádio RMC Sport” e o jornal L’Equipe, a ressonância magnética feita por Neymar na última quinta-feira (29) apontou uma lesão no adutor da coxa, que o afastará de três semanas, o que pode impedir sua apresentação pela amarelinha nas eliminatórias da Copa do Mundo. 

O PSG, por sua vez, ainda não publicou sobre a gravidade do atleta.

Mas, segundo os meios franceses, o camisa 10 perderá os jogos do PSG contra o Nantes e Rennes pelo Campeonato Francês e diante o RB Leipzig pela Liga dos Campeões. 

Após essa pausa, seu compromisso seria a apresentação na Granja Comary marcada para o dia 9 de novembro.  

Desta forma, Neymar só voltaria a campo pelo PSG em 20 de novembro, contra o AS Mônaco, além de estar disponível para os jogos de segunda mão da Champions. 

Desde que chegou ao PSG em 2017, Neymar vem sofrendo uma série de lesões que o afastaram dos gramados. Por conta deste motivo, não esteve em forma ideal para a Copa do Mundo de 2018, que ficou marcada pelo ‘adulto Ney’ ser “cai-cai” pela mídia gringa.  

Na última sexta-feira, o camisa 10 foi um dos convocados por Tite para os jogos contra Venezuela e Uruguai pelas eliminatórias da Copa do Mundo do Catar em 2022. 

O técnico Tite deve conquistar a quarta baixa para os duelos: Phillipe Coutinho foi substituído por Lucas Paquetá, enquanto o volante Fabinho também deixou o jogo do Liverpool com lesão muscular, além de Alex Telles ser dúvida depois de testar positivo à Covid-19. 

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0