Juventus demite Maurizio Sarri após eliminação nas oitavas da Champions

Apesar de vencer o segundo duelo das 8ª diante o Lyon por 2 a 1, a equipe foi derrotada na ida. Sarri era alvo de críticas pelo rendimento da Juve.
08/08/2020 7:09 PM
Maurizio Sarri Juventus
© Juventus

 Maurizio Sarri não é mais o técnico da Juventus. Os Bianconeri anunciaram neste sábado (8), o desligamento do técnico italiano. O anúncio veio à tona horas após a eliminação para o Lyon nas oitavas de final da Liga dos Campeões 2020.

No comunicado a direção da Juve agradeceu Sarri ter comandado o nono Scudetto do clube e explicou a decisão.

“O Juventus Football Club anuncia que Maurizio Sarri foi dispensado do cargo de técnico da Prima Squadra. O clube gostaria de agradecer ao treinador por ter escrito uma nova página na história da Juventus com a vitória do nono Scudetto consecutivo”, concluiu.

Com a saída precoce do europeu, os jornais italianos amanheceram o sétimo dia da semana prevendo a demissão. O Corriere dello Sport e o Tuttosport estamparam: “Fora, Sarri” e “Adeus, Maurizio”, respectivamente.

Na Velha Senhora, a Juve anunciou Andrea Pirlo para substituir Sarri. O antigo regista da Azzura foi anunciado como novo treinador do time sub-19. Mas, com a saída inesperada, terá de assumir o cargo.

Aos 41 anos, Pirlo assume o time principal sem experiência no cargo e mais jovem que o goleiro Gianluigi Buffon, com 42 anos.

O principal nome para assumir a posição era o treinador da Lazio, Simone Inzaghi, que terminou o Italiano com apenas 5 pontos atrás da Juve, e garantiu vaga na fase de grupos da Champions League na próxima temporada.

Sarri chegou em Turim em junho de 2019, após passagens elogiáveis no Napoli, da Itália e Chelsea, da Inglaterra.

No entanto, a má atuação do clube no país da bota e a saída precoce da Champions foram cruciais para sua demissão.

A Juventus foi campeã do Campeonato Italiano pela nona vez consecutiva, com 83 pontos, um acima da vice-líder, Inter de Milão.

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0