Invicto nas Eliminatórias! Brasil vence Uruguai em Montevidéu

Brasil de Tite soma 100% de aproveitamento e dá show no país vizinho sem transmissão para a maioria dos brasileiros.
Uruguai x Brasil - Eliminatórias Conmebol 2022 - 17/11/2020
© Lucas Figueiredo / CBF

Na terça-feira (18), a Seleção Brasileira venceu o Uruguai, no estádio Centenário, em Montevidéu por 2 a 0, em jogo válido pela quarta rodada das Eliminatórias da Copa de 2022. Os gols foram marcados por Arthur Melo Richarlison ainda no primeiro tempo. 

O time mandante não contou com Luis Suárez, que testou positivo ao coronavírus. No entanto, contou com Darwin Núñez, avançado do Benfica, Edinson Cavani (expulso no segundo tempo após falta em Richarlison). 

No duelo, o Brasil exibiu 59% de posse de bola. Mas, não empolgou.  

Para o azar dos charruas, o time brasileiro era mais organizado e abriu o placar aos 34 minutos. Quando ao receber o passe, Gabriel Jesus dá um tapa na bola ao Arthur, que de fora da área abre o placar graças um desvio de Rodrigo Bittencourt. O meio-campista marcou seu primeiro tento com a amarelinha. 

É importante lembrar que o ex-jogador de Grêmio e Barcelona foi extremamente criticado por receber a convocatória. 

No minuto final da primeira etapa. Everton Ribeiro em uma cobrança de escanteio curta, toca para Renan Lodi, a cria do Athletico Paranaense colocou perfeitamente na cabeça de Richarlison, que converteu selando a vitória em solo hispano. 

O atleta formado em Fluminense, marcou seu sétimo gol com a amarelinha, o terceiro em forma de cabeçada. 

Media Pro x transmissão televisiva da Seleção no Brasil 

A parte ruim do confronto foi um assunto que rendeu polêmica ao longo da semana.  O jogo da canarinha não foi exibido nem no canal aberto, e muito menos nos canais fechados. Apenas serviços de streaming como EI Plus e o Pay-Per-View do Bandsports exibiram o jogo. Tudo isso se dá pelo acordo da empresa Media Pro com as Federações Sul-Americanas.  

Em outubro, Confederação Brasileira de Futebol (CBF) avisou ao Governo Federal que não pode autorizar a transmissão de Brasil e Peru para a TV Aberta.  

Na época, a empresa pediu US$ 20 milhões pelo pacote de jogos de eliminatórias que inclui oito compromissos da seleção como visitante.  

A Rede Globo não quis pagar e desistiu. A Turner fez um acordo para transmitir no canal pago EI Plus com divisão de receita para o conglomerado espanhol. 

Isso só escancara a divisão de classes que existe no Brasil e algo que a Seleção vem sofrendo ao longo dos anos: a perda de proximidade com o povo brasileiro. 

Se antes, era comum todo mundo sentar na mesa e assistir, hoje o sentimento é de distanciamento. 

Um elo foi cortado, a falta de identificação, o excesso de atletas que atuam no exterior e as más atuações foram acumulando.  

No entanto, a perda de transmissão de algo considerado orgulho nacional remete um alerta: a Seleção Brasileira é de fato do povo brasileiro ou é um Brasil utópico e nada próximo de quem vive, respira e dorme no país? 

Só o tempo dirá! Enquanto isso, o Brasil segue vencendo e convencendo. É o líder das Eliminatórias com 12 pontos, dois a mais da Argentina. Também a única a vencer todos os jogos até o momento. 

Sob o comando de Tite, a Seleção marcou 12 gols e sofreu três, seu próximo duelo será apenas em 2021, cada vez mais longe da identificação com o cidadão brasileiro. 

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0