Prefeitura do Rio de Janeiro abre os jogos do Carioca para o público

Mudança de protocolo prevê plano gradual para reabastecimento dos estádios
29/06/2020 10:59 AM
Rio Janeiro Prefeitura
© Andre_MA / Shutterstock.com

A Prefeitura do Rio de Janeiro confirmou no último fim de semana, a autorização da volta do público aos estádios de futebol a partir do dia 10 de julho.

O plano seguirá um processo paulatino até chegar na liberação total.

Os complexos esportivos receberão cerca de 1/3 de sua capacidade total. A medida inclui um distanciamento de 4m² por pessoa e vendas de ingressos on-line.

No planejamento inicial previa-se a emancipação da capacidade dos estádios nesta quinta-feira (2). Mas, houve um desmembramento na fase 3 para ajudar na realocação do público.

O Diário Oficial não comenta sobre esse distanciamento por pessoa, sequer explica o funcionamento da troca de ingressos.

Seguindo essa matemática, o Maracanã terá capacidade para abrigar 22 mil pessoas. Em São Januário, o número cai para 7 mil torcedores. Enquanto no Engenhão, 14 mil.

O Carioca terá quatro jogos neste domingo (28) para a conclusão da quarta rodada da Taça Rio.

Na quarta-feira (1º), termina a fase de classificação. Serão conhecidos os semifinalistas do torneio.

Com o plano apresentado, a possível será realizada no dia 12, disputada com público total.

O documento da prefeitura desmembra as demais fases até 16 de agosto.

A fase 5 entrará em ação a partir de 1° de agosto, a fim de receber 2/3 da capacidade de público.

Na fase 6, prevista para 16 de agosto, o planejamento da prefeitura já aceitaria a capacidade máxima.

O decreto de Marcelo Crivella é um aceno ao Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). A autoridade é favorável ao retorno do futebol no país.

Em queda de popularidade, prefeito corteja o apoio político da família presidencial para tentar a reeleição.

No último dia 20, o prefeito suspendeu competições esportivas até o dia 25 de junho.

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0