Justiça Comum concede liminar à Portuguesa que obriga CBF a incluir o clube na Série A

Héverton foi pivô de polêmica que rebaixou a Lusa nos tribunais
02/04/2014 9:54 PM
©

Lusa entrou com uma ação na 43° Vara Cível de São Paulo

A Portuguesa entrou na Justiça Comum para brigar por uma vaga na Série A do Campeonato Brasileiro e já obteve sua primeira vitória ainda nesta quarta-feira. O juiz Miguel Ferrari aceitou os argumentos da Lusa e expediu uma liminar obrigando a CBF a incluir o clube na Primeira Divisão. Além disso, determinou uma multa de R$500 mil por dia caso o campeonato comece sem o clube paulista.

Apesar de CBF e STJD considerarem que a presença de um advogado da Portuguesa no julgamento é o suficiente para que o clube esteja formalmente avisado do resultado, Miguel Ferrari aceitou o argumento que a diretoria não havia sido informada, já que não recebeu nenhum documento e nem houve nenhuma publicação oficial por parte da Confederação.

No entanto, a liminar diz apenas que a Portuguesa deve ser incluída na Série A, não especificando se algum clube tem que sair para isso. Diante dessa situação, várias interpretações e hipóteses podem ser levantadas, como um Brasileirão com 21 clube, a nova queda do Fluminense ou até o descenso do Flamengo, que também perdeu pontos no tribunal desportivo – porém, o rubro-negro poderia se utilizar dos mesmos argumentos da Lusa para se garantir na Primeira Divisão.

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0