São Paulo 0x2 Santos – Com atuação irreconhecível do tricolor, nova geração dos Meninos da Vila decide clássico

Cabeçada certeira de Giva abre o caminho para vitória santista
08/07/2013 12:56 PM
©

Utilizando seis jogadores recém-promovidos da base, três deles como titular, além do técnico Claudinei Oliveira, que comandou o time campeão da Copa São Paulo, em janeiro, o Santos venceu um São Paulo completo e apático, em pleno Morumbi, por 2×0. Com gols de Giva e Cícero, o Peixe aumentou a crise no rival, que viu seus torcedores gritarem, mais uma vez, o nome de Muricy Ramalho. A diretoria são paulina, no entanto, mantém cautela e espera a definição da situação de Paulo Atuori, outro treinador com passagem vitoriosa pelo tricolor e que está insatisfeito no Vasco.

Primeiro tempo fraco e com poucas chances

Favorito para o clássico, o Tricolor tentava tomar a iniciativa, mas não contava com o melhor momento de seus principais jogadores, como Ganso e Osvaldo. O melhor em campo era Jádson, que iniciava as jogadas, mas não via seus companheiros darem sequência. Tímidos em campo, os garotos do Santos viram Aranha salvar em duas oportunidades, mal concluídas por Luís Fabiano e Rodrigo Caio. O lance mais perigoso saiu em uma rara jogada bem trabalhada. Lúcio passou por dois santistas com bonitos chapéus, tabelou com Luis Fabiano, e lançou Jádson. O meia driblou Galhardo, mas chutou para fora.

Santos melhora e São Paulo para no segundo tempo

Com a defesa melhor postada e os jovens mais lúcidos em campo, o Santos foi melhor na segunda etapa. Aos poucos, as chances começaram a aparecer. Primeiro com Neílton, o novo camisa 11 da Vila, que driblou Rodrigo Caio e Lúcio e só foi desarmado por um carrinho de Wellington. Quem decidiu, no entanto, foi outro garoto. Pouco tempo depois de entrar no lugar do inoperante William José, Giva recebeu bom cruzamento de Montillo e cabeceou com perfeição para abrir o placar. Depois da assistência, o argentino passou a fazer o que dele se espera desde o início do ano. Passou a ditar o ritmo e a controlar a partida para o Santos. Sem reagir, os jogadores do São Paulo permitiram outro cruzamento do mesmo lugar. Desta vez com Emerson, que Cícero proveitou para marcar outro gol de cabeça, fechando o placar em 2×0.

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira. O São Paulo recebe o Bahia em jogo antecipado da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, novamente no Morumbi. O Santos enfrentará o Crac, na Vila Belmiro, no jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 2 SANTOS

Local: Morumbi, São Paulo (SP)

Data-Hora: 7/6/2013 – 16h (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Celso Barbosa de Oliveira (SP)

RENDA/PÚBLICO: R$ 345.930,00/11.819 pagantes

CARTÕES AMARELOS: Denilson, Wellington (SAO) Arouca (SAN)

CARTÕES VERMELHOS: –

GOLS: Giva, 12’/2°T (0-1); Cícero, 36’/2ºT (0-2)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rodrigo Caio, Lúcio, Rhodolfo e Juan (Ademilson – 36’/2ºT); Wellington, Denilson (Maicon – 14’/2ºT), Ganso (Aloísio – 14’/2ºT) e Jadson; Osvaldo e Luis Fabiano. Técnico: Milton Cruz

SANTOS: Aranha; Galhardo, Gustavo Henrique, Durval e Léo (Emerson – 33’/2ºT); Arouca, Cícero, Leandrinho e Montillo; Neilton (Pedro Castro – 31’/2ºT) e Willian José (Giva – 12’/2ºT). Técnico: Claudinei Oliveira.

Comentários

Icone Cinzento Balao Comentario
0