Superclássico na Europa? Entenda os motivos por trás de pedido da CBF

Os maiores rivais do futebol sul-americano podem se enfrentar no Velho Continente pela sexta vez na história

Brasil e Argentina é um jogo à parte. As duas seleções fazem o chamado “Superclássico”, pois o confronto é considerado o de maior rivalidade do futebol da América do Sul. E como diz o narrador Galvão Bueno: “ganhar é bom, mas ganhar dos argentinos é muito melhor”.

Esse duelo, que existe desde 1908, é totalmente equilibrado: 112 partidas disputadas, com 43 partidas vencidas de cada lado e 26 empates. O Brasil já marcou 172 gols em seu adversário, enquanto tomou 174.

Esse confronto histórico não ocorreu sempre em território sul-americano: já foi disputado cinco vezes na Europa e pode ocorrer no Velho Continente mais uma vez.

Jogo das eliminatórias pode ser na Europa

De acordo com informações publicadas recentemente no portal UOL, a partida adiada das eliminatórias entre Brasil e Argentina pode ser disputada na Europa. O jogo será em 21 de setembro, mas ainda não teve local confirmado – a cidade de São Paulo era a favorita a receber o jogo.

As duas seleções tentaram cancelar o confronto, já que estão classificadas matematicamente para o Mundial, mas não tiveram sucesso. A CBF, então, pediu para que o duelo fosse na Europa, para facilitar a vida da maioria dos jogadores, já que eles atuam por lá.

A FIFA, por enquanto, não criou empecilhos para a mudança de local, mas aguarda um posicionamento oficial da AFA (entidade argentina), para oficializar o deslocamento da peleja.

Brasil e Argentina na Europa

Caso a mudança seja confirmada, essa será a sexta vez na história que teremos um “Superclássico Sul-Americano” no Velho Continente. Confira na tabela a seguir quais foram os outros jogos.

imagem tabela sambafoot

Estatística do lado do Brasil

Se formos tomar como base os cinco confrontos já realizados entre Brasil e Argentina, na Europa, podemos ficar confiantes em mais uma vitória tupiniquim no jogo das eliminatórias para a Copa.

Isso porque o Brasil venceu quatro dos cinco confrontos e perdeu somente um. O aproveitamento é de 80%.

A situação das eliminatórias sul-americanas

A partida adiada entre Brasil e Argentina, pelas eliminatórias, não fará nenhum tipo de alteração na tabela do torneio classificatório. Ambas as equipes já estão garantidas no Mundial e não perderão as duas primeiras posições da tabela.

O Brasil já terminou a competição em primeiro lugar, com 45 pontos, e a Argentina ficou em segundo, com 39. O Uruguai e o Equador foram as outras duas seleções sul-americanas que garantiram vaga na Copa: os uruguaios terminaram com 28 pontos e os equatorianos com 26.

Na Copa do Mundo

Confira, na lista abaixo, em quais grupos as quatro seleções da América do Sul estão na Copa.

  • Grupo A: Equador, Qatar, Senegal e Holanda;
  • Grupo B: Argentina, Arábia Saudita, México e Polônia;
  • Grupo G: Brasil, Camarões, Sérvia e Suíça;
  • Grupo H: Uruguai, Coréia do Sul, Gana e Portugal.

A Copa do Mundo vai acontecer no Qatar, entre 21 de novembro e 18 de dezembro desse ano. É a primeira vez na história que a competição irá ocorrer no Oriente Médio. Fique por dentro de tudo que acontece de mais importante com a seleção brasileira aqui no Sambafoot!

Artigos Relacionados