Bola na rede! Conheça os brasileiros que mais marcaram gols em Copa do Mundo

Além de Ronaldo Fenômeno, lista tem craques do passado vitorioso da Seleção

A lista de craques que já vestiram a camisa da Seleção Brasileira é extensa. Porém, você sabe quais são os jogadores com mais gols marcados pela Seleção em Copa do Mundo?

Até a edição de 2014, Ronaldo era o maior artilheiro da história do Mundial, mas outras lendas do nosso futebol também fazem parte dessa lista. Confira!

Ronaldo (15 gols)

imagem ronaldo bola na rede

(PEDRO UGARTE/AFP via Getty Images)

  • Copas do Mundo: 4 (1994, 1998, 2002 e 2006)
  • Artilharias: 1 (2002)

Maior de todos, Ronaldo tem 15 gols em Copas do Mundo e se manteve por oito anos como o maior artilheiro da história, mas foi ultrapassado pelo alemão Miroslav Klose em 2014. A sua consagração, claro, foi no pentacampeonato de 2002, quando balançou as redes oito vezes.

Por pouco, o Fenômeno não igualou a marca de Jairzinho e fez gols em todas as partidas — passou em branco somente contra a Inglaterra, nas quartas de final. Melhor jogador da Copa de 1998, é uma verdadeira lenda dos Mundiais.

Pelé (12 gols)

imagem pele bola na rede

(Photo by STAFF/AFP via Getty Images)

  • Copas do Mundo: 4 (1958, 1962, 1966 e 1970)
  • Artilharias: 0

O Rei Pelé dispensa apresentações. O ex-camisa 10 é o único jogador com três títulos na história e, mesmo afastado de grande parte do Mundial de 1962, terminou a sua carreira com 12 gols marcados no torneio. Ainda jovem, marcou seis vezes em 1958, quando foi eleito a revelação da Copa.

Após a lesão em 1962 e a decepção de 1966, o Rei encontraria a consagração em 1970, quando conquistou o tricampeonato e foi eleito o craque da competição. Ainda hoje, é o maior artilheiro da Seleção, com 77 gols em 92 jogos.

Vavá (9 gols)

imagem vava bola na rede

(Photo by Keystone/Hulton Archive/Getty Images)

  • Copas do Mundo: 2 (1958 e 1962)
  • Artilharias: 1 (1962)

Com cinco gols em 1958 e quatro em 1962, Vavá pode ser considerado um coadjuvante por não ter o mesmo reconhecimento de Pelé e Garrincha. Porém, ele foi peça fundamental na campanha dos dois primeiros títulos da Seleção.

Em 1962, após a lesão de Pelé, Vavá marcou quatro gols nos três jogos decisivos, sendo dois contra o Chile, na semifinal. Terminou como um dos artilheiros do torneio e ficou conhecido como “Leão da Copa” pelas suas características físicas e faro de gol.

Jairzinho (9 gols)

imagem jairzinho bola na rede

(Photo credit should read STAFF/AFP via Getty Images)

  • Copas do Mundo: 3 (1966, 1970 e 1974)
  • Artilharias: 0

O Furacão da Copa de 1970 pode não ser o maior artilheiro brasileiro, mas é o único que conseguiu marcar gol em todos os jogos de uma mesma edição. O seu desempenho no tricampeonato foi espetacular e rendeu elogios de nomes importantes, como Tostão e João Saldanha.

Durante o período em que defendeu a Seleção, era considerado um dos melhores atacantes do futebol mundial e brilhou com a camisa do Botafogo, onde é um dos grandes ídolos da sua história. Além dos sete gols em 1970, Jairzinho marcou outros dois em 1974.

Ademir de Menezes (9 gols)

  • Copas do Mundo: 1 (1950)
  • Artilharias: 1 (1950)

Artilheiro da Copa de 1950, com nove gols, Ademir de Menezes é um daqueles grandes jogadores que foram esquecidos após o desastre do Maracanazo. Mesmo jogando apenas um Mundial, ele aparece em terceiro na lista porque foi o melhor marcador brasileiro em uma única edição.

Integrante do Expresso da Vitória, time que fez história no Vasco da Gama na década de 40, Ademir era considerado o maior ídolo do clube até o surgimento de Roberto Dinamite. Há controvérsias sobre o número de gols marcados, mas ele tem mais de 30 tentos pela Seleção.

Artigos Relacionados