A lista de Tite: Quem tem chances reais de ir para a Copa?

Técnico da Seleção Brasileira fez a última convocação antes da Copa do Mundo com surpresas e ausências importantes

Faltando quase dois meses para a Copa do Mundo, o grande assunto do futebol brasileiro é a convocação de Tite para o torneio no Qatar. Os bolões já estão abertos para acertar a lista com os 26 nomes.

Recentemente, o técnico anunciou a convocação para os amistosos contra Gana e Tunísia, em setembro. Foi a última antes do Mundial e, por isso, as surpresas e ausências dominaram as rodas de conversa.

As chances dos convocados irem à Copa

Tite chamou 26 atletas para os próximos amistosos, que serão disputados na França. O treinador aproveitou para trazer atletas que vivem boa fase e podem aparecer na lista final. É o caso do atacante Pedro.

Zagueiros ganham primeira oportunidade

Os dois nomes mais surpreendentes da lista foram os zagueiros Roger Ibañez (Roma) e Bremer (Juventus). Eles vinham jogando bem no futebol italiano, mas ainda não haviam sido chamados.

A quarta vaga na zaga está em aberto. Lucas Veríssimo, outrora favorito de Tite, se lesionou e perdeu espaço. Gabriel Magalhães, do Arsenal, é o mais cotado para ocupá-la no momento.

Agora, Gabriel ganhou a concorrência de dois nomes que estavam fora do radar, mas o fato é que eles correm por fora para ir à Copa, mesmo com a convocação.

Atacantes têm última chance para impressionar Tite

Na frente, Tite ainda tem algumas dúvidas para fechar a convocação. Com a adição de três nomes, ele ganhou espaço para levar mais atacantes ao Qatar. Isso, por exemplo, favorece a Pedro, do Flamengo.

O atacante está iluminado e tem função que é carente na Seleção Brasileira: a do centroavante clássico. Assim, ao voltar a ser chamado, as suas chances de ser lembrado na lista final são reais.

Por outro lado, Roberto Firmino e Matheus Cunha ganharam nova oportunidade, mas estão longe de sua melhor fase. Eles têm a última cartada para convencer Tite, mas o Mundial parece pouco provável para os dois jogadores.

Coutinho e Gabriel Jesus entre os nomes que ficaram de fora

Entre as ausências, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus foram os nomes mais comentados. O primeiro já não vive o seu melhor momento há anos, mas tem a confiança de Tite e se apresenta bem na Seleção Brasileira.

Já Gabriel Jesus foi muito criticado na última Copa e perdeu espaço, mas também é um nome de confiança do treinador e começou a temporada da Premier League em grande nível com a camisa do Arsenal.

Apesar da ausência, os dois estão bem cotados para jogar a Copa. Problemas físicos podem ter afastado Coutinho, além do fato de não ser titular absoluto no Aston Villa, mas sua função é importante no estilo de jogo de Tite.

Seu maior rival é Éverton Ribeiro, que voltou a jogar bem no Flamengo. O meia rubro-negro participou do ciclo do Qatar, mas parecia carta fora do baralho. Agora, recebeu a última chance.

Enquanto isso, Jesus vive boa fase e, com o número extra de vagas na Copa, deve ser lembrado por Tite em novembro. Até porque o treinador gosta dele e sabe o que esperar do seu futebol.

Tite chamou apenas três laterais

Bem avaliado por Tite, Daniel Alves foi outra ausência na lista para os amistosos. Porém, o técnico da Seleção chamou apenas Danilo e não levou um substituto.

Especula-se que Ibañez possa ser utilizado nessa função. Só que, quando joga de lateral na Roma, o ex-zagueiro do Fluminense atua pela esquerda. É um jogador versátil, mas que não necessariamente vai cumprir a responsabilidade da forma ideal.

Atualmente no Pumas, do México, Dani Alves está jogando de meio-campista e não apresenta vigor físico para acompanhar os pontas adversários. Só que, com a confiança de Tite, ainda é o favorito para ser o reserva da lateral no Qatar.

O Brasil vai enfrentar Gana (23/9) e Tunísia (27/9) nesta data FIFA. A convocação final com os 26 nomes escolhidos para a Copa do Mundo está marcada para o dia 7 de novembro.

Artigos Relacionados