Renato Gaúcho em busca do tri na Libertadores

Único brasileiro campeão como jogador e treinador, Renato tenta se igualar a Marcelo Gallardo

No dia 27 de novembro, Flamengo e Palmeiras se enfrentam em busca do tri da Libertadores. No banco do Fla, Renato Portaluppi também pode conquistar seu terceiro troféu na competição. Em 1983, como jogador e em 2017, já como treinador, Renato Gaúcho levou o Grêmio aos triunfos.

Mesmo muito contestado à frente do Flamengo, principalmente pela eliminação na Copa do Brasil e nos tropeços no Brasileirão, Renato tem um histórico de respeito na Libertadores de América.

Após levar o rubro-negro à decisão, o comandante chegou a 50 vitórias no torneio, tornando-se o técnico que mais vezes conquistou os três pontos na competição ao ultrapassar o lendário colombiano Gabriel Uribe. E, mais do que isso, levou o Flamengo a conquistar a maior sequência invicta na Libertadores, com 17 partidas sem ser batido.

Único brasileiro campeão como técnico e jogador

Hoje, Renato Gaúcho é o único brasileiro a ser campeão da Libertadores como jogador e treinador. Além dele, apenas outras 7 pessoas conseguiram este feito no Continente. São cinco argentinos e dois uruguaios.

À frente deste seletíssimo grupo está o uruguaio Luis Cubilla, que conquistou a Libertadores em cinco oportunidades. Em campo, foi bicampeão com o Peñarol nas duas primeiras edições do torneio (1960-61) e levantou o caneco com o rival Nacional em 1971. Comandando o Olimpia, do Paraguai, foi campeão em 1979 e 1990. Com três conquistas aparecem os argentinos Roberto Ferreiro e Marcelo Gallardo.

Ferreiro ganhou os títulos com o Independiente, duas vezes como jogador, e Gallardo é tri com o River, em campo em 1996 e em 2015 e 2018 comandando a equipe.

renato gaucho libertadores

Os números de Renato Gaúcho com o Flamengo na Libertadores são espantosos. O treinador assumiu o time após a saída de Rogério Ceni e seu primeiro jogo na competição foi na partida de ida das oitavas-de-final, diante do Defensa y Justicia, da Argentina.

O placar magro, vitória por 1 x 0, foi a primeira de seis consecutivas com a equipe durante a caminhada à final.

No mata-mata da Libertadores, foram 6 vitórias seguidas, 18 gols marcados e apenas 3 sofridos. Tudo bem que os adversários não foram equipes de grande expressão no continente, mas o Flamengo de Renato aplicou três goleadas e conquistou números que não podem ser ignorados.

Caminhada do Flamengo com Renato Gaúcho na Libertadores

14/07 Defensa y Justicia 0 x 1 Flamengo
21/07 Flamengo 4 x 1 Defensa y Justicia
11/08 Olimpia 1 x 4 Flamengo
18/08 Flamengo 5 x 1 Olimpia
22/09 Flamengo 2 x 0 Barcelona
29/09 Barcelona 0 x 2 Flamengo

No próximo dia 27, conseguirá Renato conquistar o tricampeonato da América ou ficará com o gosto amargo na boca, igual a 2008, quando o tricolor perdeu a final no Maracanã para a LDU, nos pênaltis?

Abel pode ser o primeiro europeu a conquistar dois títulos

Do lado verde da decisão, o português Abel Ferreira pode garantir o “tricampeonato” para técnicos portugueses, já que Jorge Jesus ganhou em 2019 e ele mesmo venceu com o Palmeiras em 2020.

Mais do que isso, Abel pode ser o primeiro comandante a vencer a competição mais de uma vez. Antes dele e de Jesus, apenas o croata Mirko Jozic foi campeão da Libertadores. Em 1991, ele levou o Colo-Colo ao título.

Artigos Relacionados

nov 10, 2020
Balao Comentario 0
Rubro-negro desembolsará cerca de um milhão de reais para contratar o treinador com a defesa menos vazada do Brasileirão.
nov 22, 2020
Balao Comentario 0
O algoz em muitas temporadas do Fla, não tomou conhecimento e foi engolido na primeira vitória de Rogério Ceni no comando do clube.
nov 19, 2020
Balao Comentario 0
Rogério Ceni e Rubro-negro carioca não sabem o que é vencer a equipe comandada por Fernando Diniz.
nov 15, 2020
Balao Comentario 0
Rubro-negro carioca amarga o quarto jogo sem saber o caminho das vitórias.
nov 09, 2020
Balao Comentario 0
Mesmo em terceiro do Brasileirão, catalão cai sob críticas de torcida, imprensa e até do ídolo Zico.
nov 09, 2020
Balao Comentario 0
Flamengo soma a pior defesa e um recorde de oito tentos sofridos em apenas duas partidas seguidas.