Raio-X da Série A: Quem está perto de ser campeão e de cair nas últimas quatro rodadas da elite do futebol brasileiro

Apenas dois clubes têm chances matemáticas de conquistar o título

O Campeonato Brasileiro da Série A é a principal competição de futebol do país, e já teve oficialmente 64 edições completas desde 1959. A atual edição – 65ª – está sendo disputada desde 29 de maio de 2021 e termina na 38ª rodada, marcada para 9 de dezembro.

Já foram disputadas 34 de 38 rodadas da competição. E, nesse momento, o Atlético-MG é líder com larga vantagem, muito perto de se sagrar campeão. O Flamengo, vice-líder, tenta reverter esse quadro, que está se tornando praticamente impossível, nas últimas quatro partidas que tem pela frente. Os mineiros contam com oito pontos de vantagem.

Os seis mais bem colocados do Brasileirão ganham o direito de disputar a Libertadores do ano seguinte. Como a final da atual competição continental é entre Flamengo e Palmeiras, que estão entre os seis melhores do Brasileiro, mais uma vaga será necessariamente aberta para que outro clube possa disputar a “Liberta” (ou seja, o G6 se tornará G7) de 2022. No momento, os clubes que estão se classificando para a competição são Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras, Corinthians, Fortaleza, Bragantino e Fluminense.

Os quatro clubes que ocupam as quatro piores posições do Brasileirão – o famoso “Z4” – e que nesse momento estariam sendo rebaixados para a Série B são Chapecoense (já rebaixada matematicamente), Sport, Grêmio e Bahia.

Já os seis clubes que se classificariam para a Copa Sul-Americana, por estarem no meio da tabela, são Ceará, Internacional, América-MG, Santos, Cuiabá e São Paulo.

A tabela abaixo mostra a situação de momento dos clubes da Série A após a encerramento da 34ª rodada, em 21 de novembro:

Posição

Clube

Pontos

Jogos

1 Atlético-MG 74 34
2 Flamengo 66 34
3 Palmeiras 58 35
4 Corinthians 53 34
5 Fortaleza 52 35
6 Bragantino 52 34
7 Fluminense 48 35
8 Internacional 47 35
9 Ceará 46 35
10 América-MG 45 34
11 Cuiabá 43 34
12 Santos 42 35
13 Athletico-PR 42 34
14 São Paulo 42 34
15 Atlético-GO 40 34
16 Juventude 39 34
17 Bahia 37 33
18 Grêmio 35 34
19 Sport 33 34
20 Chapecoense 15 34

Algumas equipes tem o número de jogos diferentes devido ao adiamento de partidas por causa de jogos da seleção brasileira. A CBF promete regularizar a situação até o dia 3 de dezembro, quando a 35ª rodada chega ao fim.

A matemática em campo no Brasileirão

O departamento de matemática da Universidade Federal de Minas (UFMG) faz as contas para saber a probabilidade de cada time ser campeão e de ser rebaixado para a “segundona”. A briga pelo título ficou somente entre Atlético-MG e Flamengo nas últimas quatro rodadas, já que nenhum outro clube tem mais chances de alcançar o posto número um da competição. De acordo com a universidade, o Galo tem 99,25% de chances de confirmar o título, enquanto o Urubu tem apenas 0,75%.

 

atletico mg

Pedro Souza/Atlético-MG

 

Já a briga contra o rebaixamento está árdua. Apenas a Chapecoense está 100% rebaixada e não tem chances de se salvar. Os outros três clubes com mais chances matemáticas são o Sport (98,8%), o Grêmio (87,1%) e o Bahia (47,6%). O Juventude e o Atlético-GO são os dois clubes mais ameaçados fora da “zona da degola” no momento, com 28,4% e 20,2% respectivamente.

Números da Série A

Veja na lista abaixo alguns dos números e curiosidades da Série A do Brasileirão até aqui:

  • Melhor ataque: Flamengo (66 gols);
  • Melhor defesa: Atlético-MG (24 gols);
  • Pior ataque: Sport (21 gols);
  • Pior defesa: Chapecoense (59 gols);
  • Artilheiro: Hulk do Atlético-MG (15 gols);
  • Mais assistências: Gustavo Scarpa do Palmeiras (13 passes para gol);
  • Maior público: Atlético-MG 2×0 Juventude, pela 34ª rodada em 20/11 (61 mil pessoas);
  • Menor público: América-MG 2×1 Palmeiras, pela 24ª rodada em 06/10 (617 pessoas);
  • Mais troca de técnicos: Bahia, América-MG, Grêmio e Chapecoense (2 trocas).

Números históricos da Série A

A Série A do Campeonato Brasileiro é disputada desde 1959. Estamos na 65ª edição em 2021, sendo a 19ª no formato atual (disputa por pontos corridos). Veja na lista abaixo alguns números e curiosidades históricas dessa tão disputada competição:

  • Maior campeão: Palmeiras (10 vezes);
  • Maior público: Flamengo 3×0 Santos em 1983 (155 mil pessoas);
  • Menor público: Juventude 2×1 Portuguesa em 1997 (55 pessoas);
  • Jogador com mais gols: Roberto Dinamite, ex-jogador do Vasco (190 gols);
  • Jogador com mais partidas: Fábio, atual goleiro do Cruzeiro (596 partidas);
  • Maior invencibilidade: Flamengo em 2019 (24 partidas);
  • Clube que mais somou pontos, somadas todas as edições: São Paulo (2.213 pontos);
  • Clube que mais fez gols, somadas todas as edições: Santos (2.250 gols);
  • Maior goleada: Corinthians 10×1 Tiradentes-PI em 1983.

Artigos Relacionados

jan 12, 2021
Balao Comentario 0
Jorge Sampaoli perde oportunidade única de encostar na ponta e Galo patina em tentar alcançar líder São Paulo. Braga conquista belo resultado dentro de casa diante uma das equipes mais fortes do Brasileirão.
jan 12, 2021
Balao Comentario 0
Casa de apostas estampará sua marca no meio da camisa do Galo com planos ambiciosos ao futebol brasileiro e latino.
jan 21, 2021
Balao Comentario 0
Jogando na Arena, Tricolor Gaúcho empata e ignora “ajuda” ao Galo em busca do título do Brasileirão 2020.
jan 27, 2021
Balao Comentario 0
Peixe sofre segunda derrota seguida e ignora atuação ruim no Brasileirão em foco a final diante o Palmeiras na Liberta.
jan 30, 2021
Balao Comentario 0
Anunciado antes no Porto e Palmeiras, Galo pegou os amantes de esporte de surpresa ao revelar novo reforço.
fev 01, 2021
Balao Comentario 0
Treinador argentino enfrenta seu segundo ano consecutivo no futebol brasileiro comandando times que buscam a taça do Brasil