Quem são os brasileiros com chances de vencer a Chuteira de Ouro?

Ainda não chegamos à metade da temporada 2021/2022 do futebol europeu, mas alguns nomes já se destacam na briga pela cobiçada Chuteira de Ouro, prêmio dado ao principal artilheiro dos torneios de países federados à UEFA.

Vamos ver alguns nomes surpreendentes que começam bem seus campeonatos nacionais, e avaliar quais as são os brasileiros que estão em melhor colocação nessa disputa – ainda que a possibilidade de um atleta do nosso país acabe no topo da lista pareça, até agora, bastante remota.

A Chuteira de Ouro é entregue ao jogador que foi o principal artilheiro dos campeonatos disputados pelos países federados à UEFA. Para chegar ao nome do vencedor da Chuteira de Ouro, além do número de gols, é aplicado um multiplicador de acordo com a colocação do torneio no ranking europeu de importância. Ou seja: marcar um punhado de gols no Campeonato Espanhol vale bem mais do que alcançar a mesma marca jogando na Bulgária, por exemplo.

O primeiro jogador a receber o Golden Shoe foi o português Eusébio, em 1968, que marcou 42 gols na Primeira Liga 67/68.

Dois brasileiros já ganharam prêmio

Em 1996/97, as regras foram mudadas e um multiplicador foi adicionado. Assim, torneios mais fortes passaram a valer mais que ligas menores. Assim, será difícil vermos que artilheiros do Chipre, Bulgária e Armênia voltem a ganhar o troféu. E justamente neste ano foi a primeira vez que um brasileiro foi o artilheiro da Europa. Ronaldo, no Barcelona, marcou 34 gols em La Liga.
O outro “brazuca” a faturar a Chuteira de Ouro foi Jardel, em duas oportunidades. Em 1998/99, ele balançou as redes 36 vezes pelo Porto. Três temporadas mais tarde, foram espantosos 42 gols nas 30 vezes que entrou em campo com a camisa do Sporting pela Primeira Liga.

Os maiores vencedores

Lionel Messi (6 vezes) e Cristiano Ronaldo (4 vezes) são os dois principais ganhadores do Golden Shoe (também conhecido como Golden Boot). O argentino, inclusive, é o recordista de gols em uma liga europeia. Messi balançou as redes 50 vezes em 2011/12. Em 2014/15, Cristiano Ronaldo quase atingiu essa marca. Foram 48 gols com a camisa do Real Madrid.

Entre 2009/10 e 2018/19, só deu Barcelona e Real. Além de Ronaldo e Messi, o uruguaio Luiz Suárez venceu em duas oportunidades.

Finalmente, em 2019/20, Ciro Immobile, da Lazio, quebrou esse monopólio ao marcar 36 vezes na Serie A. O atual detentor da Chuteira de Ouro é o polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, artilheiro da última Bundesliga com 41 gols.

Distorções temporárias

Quando as grandes ligas europeias começam seus campeonatos, quem olha como está a disputa é surpreendido por nomes desconhecidos na ponta. Isso acontece porque há torneios que não seguem o padrão europeu.

Um exemplo disso foi visto na Premium Liiga estoniana. Disputada entre março e dezembro, em 2019 um brasileiro praticamente desconhecido por aqui liderou por alguns meses a tabela da Chuteira de Ouro. No fim do torneio, Liliu marcou 31 gols e levou seu clube Nomme Kalju ao título. Com 31 gols, Liliu acabou o ano com o mesmo número de pontos, pois o torneio da Estônia tem peso 1.

Neste ano, Messi marcou 36 gols (72 pontos), Mbappé marcou 32 vezes (64 pontos) e foram os únicos a marcar mais vezes que Liliu, que por conta do baixo peso do torneio estoniano não figurou nem no top 20 ao final da temporada.

Como estão os brasileiros na disputa?

Até novembro de 2021, quem aparece na ponta da Chuteira de Ouro é o norueguês Ohi Omoijuanfo, com 24 gols em 25 partidas. O primeiro jogador entre as maiores competições da Europa é o atual campeão Robert Lewandowski, que já anotou 13 gols em 11 partidas na Bundesliga.

Pela fase dos principais atacantes brasileiros na Europa, parece que ficaremos mais um ano sem o prêmio – seria a vigésima temporada consecutiva sem um jogador de nosso país no topo da lista. Neymar, Richarlison, Firmino e Gabriel Jesus não estão muito bem no ranking. O destaque é Vinícius Jr, que começou voando no Real Madrid, mas atua como fiel escudeiro para o consagrado e excelente Karim Benzema.

Colocação

Jogador

Torneio

Gols/Jogos

Pontos

Ohi Omoijuanfo (Molde) Eliteserien – Noruega 24/25 36
Robert Lewandowski (Bayern) Bundesliga – Alemanha 13/11 26
15º Arthur Cabral (Basel) Super League – Suíça 13/13 19,5
46º Vinícius Jr (Real Madrid) La Liga – Espanha 7/12 14
46º João Pedro (Cagliari) Serie A – Itália 7/12 14
124º Junior Brumado (Midtjylland) Superligaen – Dinamarca 7/10 10,5

Por enquanto, o ex-palmeirense Arthur Cabral, de 23 anos, é a maior esperança entre os jogadores brasileiros. Ele atua no Basel, atual líder do Campeonato Suíço.

Além dos nomes que aparecem nesta tabela, há outros brasileiros que começaram a atual temporada balançando as redes. Com seis gols, temos Tetê, do Shakhtar Donetski, André Mensalão, do Sevan da Armênia, e Gustavo, que atua no luxemburguês Ettelbrück.

Artigos Relacionados

mar 03, 2021
Balao Comentario 0
Brasileiro deixou o dele na mesma noite em que marcou a aparição número 100 e levou elogios de imprensa europeia.
maio 16, 2021
Balao Comentario 0
Os jogos estão válidos pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2022 no Catar diante Equador e Paraguai.
nov 18, 2021
Balao Comentario 0
Jornal Marca coloca brasileiro do Real Madrid como destaque no país