Qual o segredo do Red Bull Bragantino? Saiba como fusão com time de gigante das bebidas levou clube aos bons resultados

Clube faz boa campanha na Sul-Americana e no Brasileiro

O Bragantino é um clube de Bragança Paulista, cidade do interior de São Paulo a 86 km da capital paulista. Fundado em 8 de janeiro de 1928, o clube usou o nome Clube Atlético Bragantino por quase 92 anos, e era visto como tradicional no estado. Foi campeão paulista em 1990, campeão da Série B do Brasileirão em 1989 e da Série C em 2007, e vice-campeão da Série A do Brasileiro em 1991.

Em 2019, no entanto, a situação do clube não era das melhores: tinha sido quase rebaixado no Campeonato Paulista e não disputava a Série A do Brasileiro há 21 anos – última vez havia sido em 1998.

Contudo, em 23 de abril de 2019 o panorama mudou, diga-se, para melhor. Nesse dia foi anunciado oficialmente a parceria e fusão entre o time de Bragança e o Red Bull Brasil, clube fundado em 2007 na cidade de Campinas e controlado pela multinacional de bebidas energéticas Red Bull, da Áustria. Todos os jogadores e comissão técnica do clube campineiro foram transferidos para Bragança e já estava previsto em contrato que, a partir de 2020, o nome do clube mudaria para Red Bull Bragantino e o uniforme, que era preto e branco, se tornaria vermelho e branco – em referência às cores da empresa.

Os valores envolvidos na fusão não foram divulgados. Toda a diretoria foi trocada e o controle passou para a Red Bull, que se tornou proprietária do clube e não poupou esforços em termos de investimentos. Logo no primeiro ano pós-fusão, o “novo” clube sagrou-se campeão da Série B do Brasileirão e mostrou que iria chegar na Série A para incomodar os grandes clubes do país.

Façanhas do Bragantino após a fusão

As contratações para a Série A de 2020 beiraram os R$ 100 milhões e a equipe terminou a competição na 10ª colocação, garantindo uma vaga na Copa Sul-Americana de 2021.

A Red Bull reformou todo o estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança, e anunciou planos para a construção de um novo centro de treinamento para a equipe. Em 2021 vieram mais investimentos: cerca de R$ 115 milhões em contratações. O perfil era o mesmo do ano anterior: atletas jovens com o objetivo de revenda e lucro para a empresa, que era responsável por todo o aporte financeiro e, consequentemente, recebia o valor das transferências.

A tática vem dando certo: em agosto desse ano o Bragantino vendeu o jogador Claudinho, eleito o melhor do Brasileirão 2020, para o russo Zenit por R$ 93 milhões, recuperando quase todo o investimento feito no ano de uma só vez.

Dentro de campo os resultados também melhoraram em 2021: a equipe está na final da Copa Sul-Americana contra o Athletico-PR, marcada para 20 de novembro, e está na 4ª colocação do Brasileirão, garantindo por enquanto uma vaga na próxima Copa Libertadores.

Veja alguma das contratações do clube paulista nos últimos anos:

  • Praxedes, ex-meia do Internacional: R$ 40 milhões em 2021;
jogador rb bragantino

Reprodução

  • Artur, ex-atacante do Palmeiras: R$ 34 milhões em 2021;
artur-ex-atacante-palmeiras

Reprodução

  • Cleiton, ex-goleiro do Atlético-MG: R$ 29 milhões em 2020;
cleiton ex goleiro atletico

Reprodução

  • Alerrandro, ex-atacante do Atlético-MG: R$ 17 milhões em 2020.
alerrandro ex atacante atletico mg

Reprodução

Sobre a Red Bull

sede red bull

redbull.com/br

A Red Bull GmbH é uma empresa austríaca que comercializa a bebida energética Red Bull, a mais vendida do segmento no mundo. Em 2014 foram vendidas cerca de 5,6 bilhões de latas em mais de 167 países. A empresa teve mais de € 6 bilhões em receitas em 2020 e conta com mais de 12 mil colaboradores em todo o mundo.

A companhia de Salzburg é conhecida por seu patrocínio e investimentos no setor esportivo. Ela também está fazendo investimentos parecidos com o do Bragantino em outras equipes de futebol de diferentes países. Confira abaixo:

  • Red Bull Salzurg: equipe de futebol austríaca fundada em 2005 já venceu dois campeonatos nacionais (2008 e 2011) e foi semifinalista da Liga Europa em 2018;
  • New York Red Bulls: equipe de futebol norte-americana fundada em 2006, ainda não venceu títulos relevantes, mas já contratou craques como o francês Thierry Henry e o brasileiro Juninho Pernambucano;
juninho redbull

Divulgação

  • RB Leipzig: equipe de futebol alemã fundada em 2009, já foi vice-campeão do Campeonato Alemão em 2017 e em 2021 e semifinalista da Liga dos Campeões da Europa em 2020.

E então, quais serão os próximos passos da Red Bull no futebol brasileiro e internacional? Será que novas fusões e parcerias vem por aí? Os grandes clubes do Brasil e da Europa, principalmente, devem se preparar e organizar melhor para as próximas temporadas, pois a tendência é que as equipes da empresa austríaca busquem dar cada vez mais trabalho em todos os campeonatos a partir de agora.

Artigos Relacionados

dez 27, 2020
Balao Comentario 0
Verdão confirma mais uma vitória na era Abel Ferreira.
jan 12, 2021
Balao Comentario 0
Jorge Sampaoli perde oportunidade única de encostar na ponta e Galo patina em tentar alcançar líder São Paulo. Braga conquista belo resultado dentro de casa diante uma das equipes mais fortes do Brasileirão.
jan 21, 2021
Balao Comentario 0
Equipe carioca é dominada do início ao fim e aproxima temor de desastre por ano pífio ao cruzmaltino e mais próximo de um rebaixamento.
jan 26, 2021
Balao Comentario 0
No mundo, empresa austríaca faz investimento em revelar jogadores ao futebol mundial e no Brasil não está sendo diferente.
fev 01, 2021
Balao Comentario 0
Gaúchos aproximam de troféu e coroam ótimo desempenho de Abel Braga, o maior treinador da história do Inter. Braga joga melhor, mas peca em preciosismo.
fev 08, 2021
Balao Comentario 0
Time carioca perde oportunidade preciosa em reta final da competição na casa do clube gerido pela Red Bull.