Peru, novo adversário do Brasil na semifinal da Copa América

Equipes foram finalistas da Copa América 2019, disputada no Brasil e ganhada pela canarinha.

A seleção peruana e a do Brasil se reúnem novamente nesta Copa América. Os comandados pelo tigre Gareca derrotaram o décimo primeiro paraguaio em uma emocionante partida de pênaltis.

É a nona vez que as duas equipes se encontram desde 2019.

O encontro foi classificado como o melhor até agora da Copa América em sua edição de 2021. A partir de hoje, os treinos começam a se preparar para o jogo de segunda-feira à noite contra o Brasil.

Por sua vez, os comandados por Tite fizeram o dever de casa ao derrotar a forte equipe chilena do argentino Marcelo Bielsa. Em um encontro difícil com um jogador a menos, o Brasil conseguiu derrotar o Chile pela menor diferença na noite passada.

Ambas as equipes já se enfrentaram na fase de grupos. Neste encontro, a seleção brasileira comandada por Neymar e companhia venceu o Peru por 4 a 0.

Apesar da pontuação elevada, mas hoje ele fez um jogo tático muito bom, e jogadores como Carrillo, Lapadula e Ruidíaz mostraram um nível muito bom criando muitas oportunidades perigosas para o Peru.

O “tigre” Gareca quer reforçar o ditado que “a terceira vez é o charme” porque o Peru chegou à final contra o Brasil na última edição da Copa América.

Por sua vez, Tite, declarou ontem em entrevista coletiva que fará algumas mudanças táticas na seleção para melhorar seu desempenho ofensivo, em toda a metade do campo.

Artigos Relacionados

jun 18, 2021
Balao Comentario 0
Competição e equipe brasileira seguem em atuação no país tupiniquim com pouca divulgação e boca a boca, escancarando desconexão entre país com o futebol.
jul 05, 2021
Balao Comentario 0
Argentina, Brasil, Colômbia e Peru são os remanescentes da edição problemática do torneio mais antigo de futebol.
jul 06, 2021
Balao Comentario 0
Com aproveitamento absurdo, Seleção Brasileira encanta na Copa América.
jul 11, 2021
Balao Comentario 0
O Peru ficou extramente pressionando e se viu forçado a atacar no contra-ataque.