Hernan Crespo a caminho do São Paulo FC

Treinador campeão da Sul-Americana chega com pompa de elevar clube são paulino com o segundo salário mais caro do futebol brasileiro.
Hernan Crespo
© Conmebol

O treinador argentino Hernan Crespo está de malas prontas para assumir o São Paulo FC, de acordo com inúmeros veículos de comunicação.

Campeão da Sul-americana com o Defensa Y Justicia, o time argentino no último domingo (7) anunciou sua saída do clube.

Depois, o presidente do clube argentino José Lemme, garantiu a um jornalista na Argentina que Crespo está de acordo com o São Paulo.

“Não posso pagar o que o São Paulo paga”, disse o diretor, ao repórter Juan Pablo Mendez.

Segundo o GE, o Tricolor Paulista definiu três nomes, além do hermano, o treinador Miguel Ángel Ramirez (espanhol) e Pedro Martíns (português) são os nomes da lista para substituir Fernando Diniz demitido do clube.

Apesar do tom da imprensa argentina dar garantias da ida do ex-jogador da Seleção Argentina, o próprio técnico não garantiu sua ida.

“Não assinei com ninguém. Me pareceu correto analisar situações e liberar o Defensa porque não seria saudável para dirigentes e jogadores tudo isso, principalmente no início de uma temporada. Que eu não esteja 101% focado nisso”, disse Crespo em entrevista à TV TyC, da Argentina.

Segundo o repórter Jorge Nicola, Crespo faturava US$ 18 mil mensais ou aproximadamente R$ 100 mil no clube argentino.

Nas negociações com São Paulo, o treinador exigiu R$ 1 milhão por mês de luvas salariais.

Caso seja confirmado, se torna o segundo técnico mais caro no futebol brasileiro, atrás de Jorge Sampaoli no Atlético-MG.

Com variação de jogo constante, a expectativa da cúpula são paulina é que o mister melhore o estilo de jogo trabalhado por Diniz em 2020.

Hernán Crespo teve grande carreira no futebol como jogador. Atacante do River Plate, campeão da Libertadores de 1996, participou das Copas de 1998, 2002 e 2006. No Parma, campeão da Copa da Uefa, em 1999. Também conta com passagens marcantes em Lazio, Internazionale, Chelsea, Milan e Genoa.