Gabriel Magalhães marca, mas Arsenal perde ao Wolverhampton

No duelo de equipe mais portuguesa da competição contra a mais brasileira, Wolves vencem e convencem fora de casa.
Wolves vs Arsenal - 29/11/20 - premier
© Arsenal

O Wolverhampton venceu o Arsenal por 2 a 1, no domingo (29), no Estádio Emirates em jogo válido pela English Premier League. 

Os Gooners vão com as pernas bambas na Premier League como 14º colocado na competição com apenas 13 pontos somados até o momento.

A equipe mais brasileira da Inglaterra com quatro, entrou em campo apenas com David Luiz, Gabriel e Willian entre os titulares.

Do outro lado, Fernando Marçal, ex-Lyon representou a canarinha no confronto.

Os donos da casa mantiveram 56% de posse de bola, 13 chutes, no entanto, só dois foram à baliza.

Já os Wolves: 11 finalizações e cinco à meta, sendo que duas delas entraram à rede.

Um lance que chamou a atenção foi quando Raúl Gimenez chocou sua cabeça com o brasuca David Luiz, o jogador de 29 anos, caiu no chão desacordado e imobilizado e depois de dez minutos saiu de maca em direção ao hospital.

Quem abriu o placar foram os visitantes com Pedro Neto, após um bate e rebate na pequena área.

Três minutos depois, Willian cruzou pela direita na cabeça de Gabriel Magalhães deixar tudo igualado.

Era notório a dificuldade de Mikkel Arteta achar uma solução que fizesse o Arsenal engrenar na partida.

Taticamente a equipe foi totalmente amassada e engolida pelos Wolves, o time mais português da Premier.

O luso Neto estava tão inspirado, que ao receber no meio da cancha, foi correndo com a bola no pé mirando o gol. O goleiro alemão Bernd Leno defendeu, mas Daniel Podence estava na posição ideal para mandar um canhão, sem chances ao arqueiro.

Com o resultado, os Wolves fincam na sexta posição com 17 pontos, mas podem ser ultrapassados caso o Aston Villa vença o confronto de hoje (30), diante o West Ham no London Stadium.