Entrevista com Guilherme Delpino – a importância da análise pré-jogo e da precificação

Guilherme Delpino é um dos apostadores esportivos de sucesso mais jovens do país.

Guilherme Delpino é um dos apostadores esportivos de sucesso mais jovens do país. Aos 28 anos, ele já faturou o primeiro milhão com as apostas em futebol, abriu a própria empresa no ramo, e conta com mais de 160 mil inscritos no seu canal do YouTube, onde produz vídeos diários com palpites de apostas nos mais diversos jogos pelo mundo. Em entrevista exclusiva cedida para o Odds Scanner, que você pode ver a seguir, ele comenta sobre vários assuntos e, claro, sobre a importância da análise dos jogos e da precificação.

Analisar os jogos e fazer a precificação

Para se fazer uma análise pré-jogo e precificação corretas, o apostador tem que saber deixar de lado a emoção, diz Delpino. “A gente é apaixonado por futebol, já está no sangue, a gente acha que já nasce sabendo e que não precisa estudar os times. Mas, quando a gente pega outro esporte, sente a necessidade de estudar mais sobre aquilo e se dedica mais. No futebol, que a pessoa vê todos os dias, acha que sabe tudo e esquece dos vários fatores que existem ali e que também precisam ser estudados”, comenta.

Delpino diz que possui amigas que nem gostam tanto de futebol, mas que conseguem bons lucros apostando nesse esporte. Isso ocorre porque elas incorporam o lado da precificação, da análise pura, deixando de lado o fator sentimental. Ele diz que o ideal é conhecer os times e saber tudo de futebol, e unir isso à precificação. Mas que, o mais importante, é realmente saber precificar em vez de amar um determinado esporte.

“Nós, assim como os oddmakers das casas de apostas, conseguimos calcular a probabilidade de um jogo entre um time A e um time B vencer”, declarou o apostador.

Entender a matemática por trás de cada odd

Há pelo menos sete anos atuando como punter profissional, ele enfatiza também a importância de entender a matemática por trás de cada probabilidade, para encontrar as odds de valor e se tornar um apostador que lucra. Para ele, o objetivo de um apostador é conseguir dar o mesmo peso emocional para um green e para um red. Meta que ele mesmo admite ser desafiadora, mas que, com o tempo, é possível chegar lá.

Esses e muitos outros assuntos sobre o universo das apostas esportivas como o mercado de escanteios, o olhar matemático sobre as apostas e a “batalha” de oddmakers você confere na entrevista exclusiva que Guilherme Delpino concedeu ao Odds Scanner. Veja no vídeo abaixo:

Artigos Relacionados