É campeão! Athletico-PR supera o Bragantino e conquista o bi da Copa Sul-Americana

Confira toda a campanha do Furacão rumo ao título continental

O Club Athletico Paranaense conquistou o bicampeonato da Copa Sul-Americana ao derrotar o Bragantino por 1 a 0 na grande final da competição, realizada em partida única no Estádio Centenário, em Montevidéu, Uruguai, no último dia 20 de novembro.

A taça havia sido conquistada pelo Athletico-PR pela primeira vez em 2018. O clube vem fazendo uma excelente temporada em 2021, já que também está classificando para a final da Copa do Brasil, a ser disputada em 12 e 15 de dezembro contra o Atlético-MG.

A Copa Sul-Americana ocorreu entre 16 de março e 20 de novembro desse ano e contou com 56 participantes dos 10 países-membros da Conmebol, organizadora do torneio e maior entidade do futebol sul-americano. A disputa entre os clubes aconteceu em três fases distintas: a primeira fase, a fase de grupos – quando os brasileiros entram em disputa – e a grande final.

Veja na tabela abaixo toda a campanha do clube paranaense rumo ao título da Copa Sul-Americana de 2021:

Partida nº

Confronto

Fase

1 Aucas (EQU) 0x1 Athletico Fase de grupos
2 Athletico 1×0 Metropolitanos (VEN) Fase de grupos
3 Melgar (PER) 1×0 Athletico Fase de grupos
4 Metropolitanos (VEN) 0x1 Athletico Fase de grupos
5 Athletico 1×0 Melgar (PER) Fase de grupos
6 Athletico 4×0 Aucas (EQU) Fase de grupos
7 América Cali (COL) 0x1 Athletico Oitavas de final
8 Athletico 4×1 América Cali (COL) Oitavas de final
9 LDU (EQU) 1×0 Athletico Quartas de final
10 Athletico 4×2 LDU (EQU) Quartas de final
11 Peñarol (URU) 1×2 Athletico Semifinal
12 Athletico 2×0 Peñarol (URU) Semifinal
13 Athletico 1×0 Bragantino Semifinal

A grande final

A grande final da Copa Sul-Americana foi disputada no lendário Centenário de Montevidéu, local que recebeu a primeira final da história da Copa do Mundo, entre Uruguai e Argentina, em 1930, quando os uruguaios levaram a melhor.

Apesar de toda a comoção, a crise financeira e sanitária do Brasil fez com que essa fosse a final de menor público de todos os tempos da competição: apenas 6.137 espectadores compareceram para ver a partida ao vivo. O preço altíssimo do ingresso também pode ser apontado como um dos fatores pelo ocorrido: US$ 100, o equivalente a cerca de R$ 560.Apesar de tudo, a co

memoração em Curitiba não teve restrições: milhares de torcedores do Furacão receberam os jogadores no aeroporto da cidade e festejaram em frente à Arena da Baixada – o estádio do clube. O meia Nikão foi o atleta mais aclamado. Não poderia ser diferente, já que ele foi o autor do único gol da partida, aos 29 minutos do primeiro tempo, garantindo a taça aos paranaenses.

Com a conquista do título, o Athletico-PR carimbou uma vaga na Copa Libertadores e na Recopa Sul-Americana de 2022.

Sobre a Copa Sul-Americana

A Copa Sul-Americana é um torneio criado e organizado pela Conmebol desde 2002. É a segunda competição mais prestigiada entre os clubes do continente sul-americano, abaixo apenas da Copa Libertadores da América. O campeão ganha o direito de disputar a Libertadores a Recopa do ano seguinte. A “Sula”, como é apelidada no Brasil, foi criada tendo como precursoras a Copa Conmebol e a Copa Mercosul, já extintas.

O Athletico-PR, o Independiente e o Boca Juniors são os maiores campeões da história da competição, com duas conquistas cada. O Furacão, o Internacional, o São Paulo e a Chapecoense foram os únicos clubes brasileiros a conquistarem o torneio. Confira na tabela abaixo todos os campeões da história da Copa Sul-Americana:

Ano

Campeão

2002 Aucas (EQU) 0x1 Athletico
2003 Athletico 1×0 Metropolitanos (VEN)
2004 Melgar (PER) 1×0 Athletico
2005 Metropolitanos (VEN) 0x1 Athletico
2006 Athletico 1×0 Melgar (PER)
2007 Athletico 4×0 Aucas (EQU)
2008 América Cali (COL) 0x1 Athletico
2009 Athletico 4×1 América Cali (COL)
2010 LDU (EQU) 1×0 Athletico
2011 Athletico 4×2 LDU (EQU)
2012 Peñarol (URU) 1×2 Athletico
2013 Athletico 2×0 Peñarol (URU)
2014 Athletico 1×0 Bragantino
2015 Athletico 1×0 Bragantino
2016 Athletico 1×0 Bragantino
2017 Athletico 1×0 Bragantino
2018 Athletico 1×0 Bragantino
2019 Athletico 1×0 Bragantino
2020 Athletico 1×0 Bragantino
2021 Athletico 1×0 Bragantino

Os clubes brasileiros que garantem vaga para a Copa Sul-Americana são os seis (6) melhores colocados do Brasileirão que não conseguiram se classificar para a Libertadores. Se o Campeonato Brasileiro terminasse agora, apenas com os resultados de 34 das 38 rodadas, os clubes classificados para a “Sula” seriam: Internacional, Ceará, América-MG, Cuiabá, Santos e São Paulo. Será que teremos um brasileiro campeão continental novamente no próximo ano?

Artigos Relacionados

dez 27, 2020
Balao Comentario 0
Sob pressão, vascaínos vacilam mais uma vez e veem equipe curitibana ressurgir das cinzas e derrotar adversários em solo paranaense.
jan 25, 2021
Balao Comentario 0
Comandados de Rogério Ceni desperdiçam mais uma vez chance de brigarem de igual para igual ao título brasileiro.
fev 05, 2021
Balao Comentario 0
Colorados se complicam em reta final de Brasileirão e deixam a busca ao título mais interessados em poucas semanas do fim.
abr 29, 2021
Balao Comentario 0
Após a boa estreia na Copa Sul-Americana jogando fora de casa e conquistando uma vitória sobre o Aucas (Equador) por 1 a 0 em Quito, o Atlético-PR voltou a vencer na competição na última quarta-feira (28).
jul 04, 2021
Balao Comentario 0
Furacão com o resultado, alcança os lugares mais altos do pódio.
jul 07, 2021
Balao Comentario 0
Os números não mentem! O Athletico segue com a freguesia ao Peixe em São Paulo.