Brasileiro que trabalha no futebol sul-coreano ressalta força mental do adversário do Brasil

Gilvan Oliveira é chefe do departamento médico do Jeonbuk Motors, uma das melhores equipes da Coreia do Sul
2022-12-04 23:00:55

Nesta segunda-feira, 5, às 16 horas, o Brasil volta a entrar em campo pelas oitavas de final da Copa do Mundo de 2022. O oponente desta etapa do mundial será a Coreia do Sul, que terminou na segunda posição do grupo H. Gilvan Oliveira, chefe do departamento médico do Jeonbuk Motors, um dos melhores times sul-coreanos, falou ao ge sobre as virtudes da seleção asiática.

“Posso colocar a força mental como um grande diferencial da seleção. Além disso, neste grupo a questão física também é diferenciada. Eles gostam de um jogo com mais contato e esse aspecto, em determinado momento, pode trazer algum tipo de problema para o Brasil”, ressaltou.

Gilvan chamou atenção para o camisa 9 da Coreia do Sul e do Jeonbuk Motors, Cho Gue-Sung, de 24 anos. O jogador, que viralizou nas redes sociais pelos atributos físicos, com diversos pedidos de casamento, fez dois gols na derrota dos sul-coreanos por 3 a 2 para Gana, na fase de grupos.

“É claro que todos conhecem o Son, mas engana-se quem acha que o time é só ele. O camisa 9 também chama muito atenção. Ele foi o artilheiro do campeonato local jogando um número reduzido de partidas. Ele vai levar muita dificuldade para os zagueiros brasileiros. Jogador forte, rápido e gosta muito de contato. Parece até que ele teve um problema por conta disso com o Cristiano Ronaldo no último jogo. Ele chuta muito bem tanto com a esquerda e direita. Um arremate muito forte. E olha que os dois gols que ele marcou na Copa foram de cabeça, o que também não me surpreende. Faz muitos gols assim”, analisou o brasileiro.

VEJA TAMBÉM

Aproveite e siga o Sambafoot no Instagram, no Twitter e no Facebook!

Histórico negativo contra o Brasil

A Coreia do Sul terá que superar um histórico negativo para superar o Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo. Em sete partidas, todas elas amistosas, os brasileiros conquistaram seis vitórias e os sul-coreanos triunfaram apenas uma vez, em 1999. Ao todo, a seleção brasileira fez 16 gols e teve sua meta vazada pelo time asiático em cinco oportunidades.

No ciclo para o mundial do Qatar, Brasil e Coreia do Sul se enfrentaram duas vezes. Em 2019, triunfo por 3 a 0 dos brasileiros. Já neste ano, em 2022, a seleção brasileira goleou os sul-coreanos pelo placar de 5 a 1.

Participe do nosso sorteio para ganhar uma camisa autografado da craque Gio Queiroz, vencedora do prêmio Samba Gold Feminino 2021!