Aposentou ou foi pra Turquia?

O sonho de fazer um mochilão pela Europa está presente na cabeça da muita gente. Cada um tem uma lista de preferência e varia de acordo com o gosto.

Só que quando o assunto é futebol, alguns destinos são como brincar de esconde-esconde. Por isso, ao lembrar daquele jogador que você quase não lembra mais, é normal se perguntar: aposentou ou está jogando na Turquia?

Luiz Gustavo – Fenerbahçe

Começamos a lista por Luiz Gustavo, que está no Fenerbahçe.

O volante de Pindamonhangaba faz parte do grupo de jogadores que só se tornaram conhecidos quando já atuavam no futebol europeu.

Pelo Brasil teve passagens rápidas por Corinthians Alagoano e o CRB.

Em 2007, com 20 anos, o jogador foi negociado com o Hoffenheim, da Alemanha, e ficou lá até dar o grande salto da carreira em 2011, ao ser contratado pelo poderoso Bayern de Munique. Foi neste momento que viveu a melhor fase, conquistando inclusive a tríplice coroa do futebol alemão, ganhando o Campeonato Nacional, a Copa e a Liga dos Campeões.

Desde 2011 também o volante era figura frequente nas convocações da seleção brasileira. Porém, acabou não entrando nos planos de Pep Guardiola, que o liberou para o Wolfsburg, em 2013. No ano seguinte Luiz Gustavo sofreu o grande golpe da carreira. Afinal, ele estava em campo na terrível derrota por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014.

Depois disso, ainda chegou a ser convocado para a seleção até 2016. Perdendo um pouco de prestígio, o jogador ainda passou pelo Olympique de Marselha até desembarcar no Fenerbahçe, em 2019.

Como foi regra por onde passou, na equipe turca o jogador também é titular absoluto. O clube não vive a melhor das fases e não conquista o Campeonato nacional desde 2014, o que faz com que você sequer encontre o jogador na Liga dos Campeões. Com 34 anos, ainda tem contrato até junho de 2023.

Welinton – Besiktas

Quem também já está na Turquia e faz tempo é Welinton. O zagueiro ficou conhecido no Brasil, especialmente pela torcida do Flamengo, por conseguir a proeza de fazer um pênalti deitado com a cabeça na perna do adversário no duelo do time carioca contra o Emelec, na Libertadores de 2014.

Sendo muito contestado pelos torcedores, o zaqueiro criado do clube acabou negociado por empréstimo com o Coritiba e depois com o Uum Salal, do Bahrein, até finalmente ser vendido em definitivo para o Al-Khor, do mesmo país.

Com bons resultados no Oriente Médio, Wellinton chamou a atenção dos olheiros do Alanyaspor, da Turquia, transferindo-se para lá em 2017. E, para surpresa de muitos que não acompanham o jogador desde o tempo que vestia a camisa do Flamengo, ele foi é muito bem. O jogador atuou como peça fundamental para manter a equipe recém-promovida na Super Lig – a primeira divisão turca.

Com um desempenho tão impressionante em 2020, fechou contrato com o Besiktas, ajudando o clube a ser campeão turco. Com isso, depois de uma longa jornada, Welinton estará em campo na Liga dos Campeões 2021/2022. Como diria Logan: “o mundo não é mais o mesmo”.

O zagueiro tem atualmente 32 anos e contrato até junho de 2023.

Douglas – Besiktas

Outro nome curioso que está no Besiktas é Douglas. O jogador surgiu como um lateral promissor no Goiás e depois passou por alguns momentos instáveis no São Paulo. Para surpresa de muitos, em 2014  Douglas foi negociado com o Barcelona.

A contratação fica ainda mais inusitada ao verificar que o lateral só fez oito partidas pelo clube catalão. Com um salário alto, ficava inviável um retorno para o futebol brasileiro e desde 2016 o jogador está fazendo um mochilão pela Europa.

Neste período passou por Real Sporting (ESP), Benfica (POR) e Sivaspor (TUR) até finalmente chegar no Besiktas (TUR) em 2019. Hoje o jogador disputa vaga no time titular. Com 31 anos, tem contrato com o clube até junho de 2022.

Alex Teixeira – Besiktas

O Besiktas ainda tem outro brasileiro que está sumido faz um tempo: Alex Teixeira.

O jogador, que atua como atacante e meia, surgiu bem no Vasco da Gama, em 2008, e com menos de dois anos de profissional já acertava com o Shakhtar, da Ucrânia. Apontado com um atleta talentoso, era de se esperar que a passagem pelo país do leste europeu fosse um degrau para ligas mais prestigiadas.

Porém, a rota escolhida por Alex o levou ainda mais para o leste ao assinar com o clube chinês Jiangsu. Na equipe asiática o jogador ficou até janeiro de 2021, quando finalmente ficou livre do contrato. O atacante então negociou com Vasco e Grêmio, mas acabou acertando mesmo com o Besiktas para disputa desta temporada.

Com 31 anos, Alex Teixeira ainda tem contrato até junho de 2023.

Rafael – Basaksehir

Completa a lista o lateral direito Rafael. O jogador ficou conhecido porque tem um irmão gêmeo Fábio. Os dois surgiram no Fluminense e foram negociados com o Manchester United ainda com 18 anos.

Mesmo começando a vida europeia vestindo uma camisa super pesada, os dois nunca alcançaram um protagonismo no competitivo futebol europeu. Dos dois irmãos, Rafael foi o que teve mais espaço no Manchester United, ficando no clube entre 2008 e 2015, sendo titular absoluto somente na temporada 2012/2013.

Anos depois, em 2015, acertou a mudança para o Lyon, no qual ficou por cinco temporadas, até acertar com o Basaksehir. Rafael é titular no time de Istambul, que fez uma campanha modesta na temporada 2020/2021, ficando na 12ª posição. Com 31 anos, o lateral tem contrato até junho de 2022.

Artigos Relacionados