Internacional 3×1 América-MG – Após atuação apagada no primeiro tempo, Colorado se recupera e bate o Coelho de virada

Irreconhecível no primeiro tempo, o Colorado transformou um jogo teoricamente fácil, contra um adversário da 2ª divisão, em uma virada emocionante. O América-MG dominou os primeiros 45 minutos e abriu o placar com Rodriguinho. Ainda pouco efetivo no começo do segundo tempo, o Internacional só chegou ao empate aos 20 minutos, em pênalti cobrado por […]

Irreconhecível no primeiro tempo, o Colorado transformou um jogo teoricamente fácil, contra um adversário da 2ª divisão, em uma virada emocionante. O América-MG dominou os primeiros 45 minutos e abriu o placar com Rodriguinho. Ainda pouco efetivo no começo do segundo tempo, o Internacional só chegou ao empate aos 20 minutos, em pênalti cobrado por D’Alessandro. Foi só a partir daí que o Inter tomou as rédeas da partida, virando o jogo com Forlán e ampliando com Maurides. Este acabou saindo com uma torção no joelho após comemorar seu gol com cambalhotas no ar. O jogo de volta para definir o classificado para as oitavas-de-final será disputado na próxima quarta-feira (17) no estádio Independência.

Coelho se sente em casa e vence a primeira etapa com justiça

Perdido no primeiro tempo, o Inter só viu o América jogar. Com as ausências Willians e Aírton, Dunga escalou Josimar e Jackson atrás de D’Alessandro e Dátolo, que volta de um longo período de atividade. Sem entrosamento, a equipe não conseguia trocar passes com objetividade e dependia demais de D’Ale. O Coelho não se intimidou e partiu para cima. Aos 8 minutos Vitor Hugo finalizou de cabeça, obrigando Muriel a fazer boa defesa. As chances criadas foram poucas, mas, por buscar mais a vitória, a equipe visitante foi premiada com o primeiro gol. Aos 40 minutos, Rodriguinho recebeu passe no meio, passou por Juan e finalizou da entrada da área para inaugurar o placar.

Colorado demora a se acertar e consegue a virada na base da vontade

Obviamente insatisfeito com o desempenho da equipe, Dunga sacou Jackson no intervalo para a entrada de Jorge Henrique. Mesmo assim o time não ficou mais ofensivo logo de vez. A primeira chance foi do América, novamente com Rodriguinho. Aos 9 minutos, o meia recebeu na entrada da área, limpou a marcação, mas desta vez chutou por cima do gol de Muriel.

Se o toque de bola não resolvia, o Inter partiu para a estratégia da bola aérea. Aos 16 minutos, Kleber cruzou para Rafael Moura, que se atirou na bola, fazendo Matheus finalmente trabalhar. No minuto seguinte, foi a vez de D’Alessandro apelar para o chuveirinho. Sempre bem nesse tipo de lance, Índio apareceu na área para cabecear por cima do gol. Atuando mais como atacante no segundo tempo, o zagueiro veterano ainda apareceu na área duas outras vezes. Na segunda delas, aos 20 minutos, Jaílton colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. D’Alessandro chutou forte no meio do gol para empatar.

Mais confiantes em campo, os jogadores do Inter partiram com tudo para a virada, que veio três minutos após o empate. Depois de mais um cruzamento, Forlán finalizou de primeira. A bola, que não tomava a direção do gol, desviou na zaga do Coelho e foi para as redes de Matheus. O gol foi dado para o uruguaio, que saiu pouco depois para a entrada de Maurides. O jovem protagonizaria um lance de extrema felicidade seguido de um momento de profunda frustração. Após mais um cruzamento de D’Alessandro, o atacante desviou com propriedade para fazer 3×1 aos 43 minutos. Na comemoração, saiu dando mortais e, ao pisar no chão, acabou torcendo o joelho. Ainda não foi informada a gravidade da lesão.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 1 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Francisco Stédile (Centenário), Caxias do Sul (RS)

Data/hora: 10/7/2013 – 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Josué Gilberto Lamim (SC)

Público total: 4.138

Renda: R$ 59.680,00

Cartões amarelos: Josimar, Juan (INT); Jaílton, Leandro Ferreira (AME)

Gols: Rodriguinho – 40’/1ºT (0-1), D’Alessandro – 20’/2ºT (1-1), Diego Forlán – 24’/2ºT (2-1), Maurides – 43’/2ºT (3-1)

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Jackson (Jorge Henrique – intervalo), Josimar, Dátolo e D’Alessandro; Rafael Moura (Mike – 28’/2ºT) e Forlán (Maurides – 35’/2ºT) – Técnico: Dunga.

AMÉRICA-MG: Matheus; Leandro Silva, Jailton, Vitor Hugo e Danilo; Claudinei, Andrei Girotto, Doriva (Leandro Ferreira – 6’/1ºT), Rodriguinho e Willians (Kaio – 39’/2ºT); Nikão (Tiago Alves – 18’/2ºT) – Técnico: Paulo Comelli

 

 

Artigos Relacionados