Só dá elas! Meninas do Barcelona confirmam favoritismo na Liga dos Campeões

Em grande atuação, clube quebra novamente o recorde de público do futebol feminino

O Barcelona está fazendo história no futebol europeu, mas se engana quem pensa que estamos falando da equipe masculina. Em 2022, o protagonismo é todo das mulheres blaugranas, que estão próximas de conquistar o bicampeonato da UEFA Champions League.

A equipe, liderada pela melhor do mundo Alexia Putellas, fez história no futebol feminino e quebrou o recorde de público duas vezes, com mais de 91 mil pessoas no Camp Nou. Em campo, elas não decepcionaram e golearam as adversárias. Agora, resta apenas uma partida para confirmar o favoritismo de vez.

Em busca do bicampeonato europeu

O Barcelona está classificado para a final da Champions League. A campanha é espetacular, com nove vitórias em dez jogos — o único revés veio na semifinal, contra o Wolfsburg, depois de abrir uma vantagem de 5 a 1 no jogo de ida.

São 37 gols marcados, o que significa uma média de 3,7 por partida, e apenas sete sofridos. O compromisso final promete ser um desafio maior, porque o Lyon é o maior campeão da história do torneio (sete títulos) e tem uma equipe forte.

A grande decisão vai rolar no dia 21 de maio, em Turim. As adversárias encontraram mais dificuldades no caminho, mas passaram por Juventus e PSG. Enquanto isso, o Barcelona chega como favorito para conquistar o bicampeonato, já que levantou a sua primeira taça em 2021.

Goleadas comprovam superioridade

O poder ofensivo das mulheres do Barça, sem dúvida, é um ponto alto da equipe. Ao todo, foram sete vitórias por três ou mais gols de diferença. A maior goleada foi contra o Hoffenheim, ainda na fase de grupos, por 5 a 0.

Mesmo no mata-mata, elas não tomaram conhecimento de Real Madrid e Wolfsburg, com vitórias por 5 a 2 e 5 a 1, respectivamente. Enquanto isso, os números no Campeonato Espanhol são ainda mais impressionantes.

A equipe lidera a tabela com 27 vitórias em 27 jogos e carimbou o título com muitas rodadas de antecedência. Ao mesmo tempo, são 146 gols marcados e apenas oito sofridos. Isso equivale a uma média de 5,4 gols por partida. Um absurdo!

Melhor do mundo, Putellas deve ser artilheira da Champions

Eleita a melhor jogadora do mundo em 2021, Alexia Putellas segue em grande fase. A catalã de 28 anos tem 10 gols marcados e divide a artilharia com Tabea Wassmuth, do Wolfsburg. Como a adversária já foi eliminada, não tem como ultrapassá-la.

A jogadora mais próxima é Catarina Macario, do Lyon, com sete gols. Dessa forma, somente uma partida mágica pode tirar a artilharia de Putellas, que tem tudo para repetir a dose no The Best 2022.

Por sinal, o Barça é a única equipe que venceu o prêmio duas vezes. Antes dela, a holandesa Lieke Martens foi eleita em 2017.

Recordes de público em sequência

O Barcelona pode até não conquistar o bicampeonato, mas o clube está marcado na história do futebol feminino. Na atual edição, foram dois recordes de público da modalidade quebrados, com presença acima dos 90 mil no Camp Nou.

Em março, nas quartas de final, 91.553 pessoas assistiram à vitória contra o maior rival, Real Madrid, por 5 a 2. A festa ganhou as manchetes dos jornais, mas os torcedores blaugranas repetiram a dose algumas semanas depois.

Contra o Wolfsburg, pelas semifinais, foi a vez de 91.648 pessoas acompanharem a partida, que novamente terminou em goleada (5 a 1). Dessa forma, o Barcelona tem os dois maiores públicos da modalidade na história.

Anteriormente, apenas a final da Copa do Mundo Feminina de 1999, quando o Estados Unidos venceu a China nos pênaltis, teve público acima de 90 mil pessoas. Foram 90.185 espectadores no Estádio Rose Bowl, na California-EUA.

Nesse ritmo, mais recordes estão a caminho em breve!

Artigos Relacionados