Em clássico inédito, Galo vence Cruzeiro e respira no Campeonato Brasileiro Feminino

Veja como está a situação de momento da competição

O Atlético-MG venceu o Cruzeiro por 2 a 1 no primeiro “Superclássico Mineiro” válido pela elite do Campeonato Brasileiro na história. O jogo foi válido pela 5ª rodada da competição mais importante do país e ajudou as “Vingadoras” a se distanciarem da parte de baixo da tabela (subindo para a 9ª colocação, com 6 pontos).

Já as “Cabulosas” do Cruzeiro amargam a vice-lanterna do Brasileirão (15ª colocação), com apenas 2 pontos somados e, caso o torneio terminasse hoje, seriam rebaixadas para a segunda divisão. Os gols da partida foram marcados por Karol Arcanjo e Soraya (do Galo) e por Isabela Queiroz (da Raposa). A partida foi disputada no dia 4 de abril no Sesc Alterosa, em Belo Horizonte.

As duas maiores instituições futebolísticas de Minas Gerais iniciaram suas atividades no futebol feminino em janeiro de 2019, embora o Atlético-MG já tivesse tido equipes femininas no passado. O Cruzeiro conseguiu chegar mais rápido à primeira divisão nacional, em 2020, já o Galo é estreante no Brasileirão. As Vingadores chegaram no topo do país após terem sido vice-campeãs da Série B em 2021 (perderam o título para o Red Bull Bragantino).

Como está o Campeonato Brasileiro Feminino 2022

O Brasileirão Feminino teve início no dia 4 de março e está marcado para terminar em 25 de setembro. Dezesseis equipes lutam pelo título mais importante do país. As oito melhores equipes se classificam para a fase de mata-mata (quartas de final), já quatro piores amargam o rebaixamento para a segunda divisão.

Estamos na 5ª de 15 rodadas do torneio e a Ferroviária é a atual líder do Brasileirão Feminino, com 13 pontos, empatada com o Palmeiras. Confira abaixo como está a tabela de momento (8 de abril).
table posicoes sambafoot

Artilharia

Confira como está a artilharia do Campeonato Brasileiro Feminino até aqui. O ranking – de jogadoras que fizeram pelo menos dois gols – é liderado pela craque e histórica Cristiane, ex-centroavante da seleção brasileira.

  • 5 gols: Cristiane (Santos);
  • 4 gols: Fabiola Sandoval (Avaí/Kindermann);
  • 3 gols: Lorraine Caixeta (ESMAC), Byanca Brasil (Palmeiras), Nenê (Real Brasília) e Laryh (Ferroviária).
  • 2 gols: Rafa Travalão e Micaelly (São Paulo), Ketlen, Ana Carla e Fernanda (Santos), Kathleen, Michelle e Thaynara (CRESSPOM), Sorriso (Internacional), Gica e Maria Alves (Flamengo), Bia Zaneratto, Patrícia Sochor e Thaís Ferreira (Palmeiras), Dany Helena (Real Brasília) e Juliana Oliveira (São José).

Próxima rodada

A próxima rodada (6ª) do Campeonato Brasileiro Feminino acontecerá entre 16 e 18 de abril. Veja quais serão os jogos.

  • Ferroviária x Palmeiras;
  • Red Bull Bragantino x São José;
  • Grêmio x ESMAC;
  • Flamengo x Cruzeiro;
  • Santos x CRESSPOM;
  • Corinthians x Real Brasília;
  • São Paulo x Avaí/Kindermann;
  • Atlético-MG x Internacional.

Sobre o Atlético-MG e o Cruzeiro Feminino

Como já mencionado, o Galo e a Raposa ativaram o setor de futebol feminino em 2019 (janeiro). Mas o Galo já havia tido equipes dessa modalidade no passado.

Os títulos conquistados pelas Vingadoras na história foram: oito vezes o Campeonato Mineiro (1983, 2006, 2009, 2010, 2011, 2012, 2020 e 2021), cinco vezes a Copa Centenário Wadson Lima (1999, 2000, 2007, 2008 e 2009), três vezes a Copa Belo Horizonte (2009, 2012 e 2019) e a Copa Integração de 2009. Já as Cabulosas, até aqui, conquistaram apenas o Campeonato Mineiro de 2019.

O Galo Feminino é treinado pela treinadora Lindsay Camila e tem como um de seus destaques a atacante Soraya. Já a Raposa é comandada pelo técnico Rodrigo Campos e tem, como uma de suas principais atletas, a artilheira Vanessa.

Artigos Relacionados