Acertado com clube brasileiro, Fernandinho deixa forte legado na Europa

Lenda do Manchester City está de malas prontas para voltar ao país

Os próximos jogos serão marcantes para o Manchester City. Não somente porque a equipe está próxima de conquistar novamente a Premier League, mas pelo fim da passagem do ídolo Fernandinho.

Reconhecido por torcedores como uma lenda do clube, o brasileiro já decidiu que vai jogar novamente no Brasil. É o fim de um ciclo vitorioso e importante para os ingleses, que cresceram muito desde que o volante foi contratado.

Fernandinho volta ao Brasil em julho

Aos 37 anos, o futuro de Fernandinho não será em Manchester. Com contrato válido até junho, ele já avisou que pretende voltar ao futebol brasileiro. O principal motivo é a continuidade da carreira, já que ele perdeu espaço nos últimos anos.

O seu destino deve ser o Athletico. O presidente Mario Celso Petraglia cravou um acordo com o volante ainda em março, antes dele anunciar que não ficaria na Europa. Ele foi especulado como possível reforço do Atlético-MG em 2021.

Natural de Londrina, Fernandinho começou a sua carreira no Furacão, que defendeu entre 2002 e 2005. No período, conquistou o título da Copa Paraná. A equipe paranaense está viva na Copa do Brasil e na Libertadores, além do Brasileirão.

Decisão pegou Guardiola “de surpresa”

Quem não ficou muito feliz com a decisão foi Pep Guardiola. Fernandinho anunciou a sua saída do City durante a coletiva antes da partida contra o Atlético de Madrid, pela Champions League. O movimento pegou o técnico de surpresa.

O espanhol chegou ao Manchester City em 2016 e, durante os seis anos de trabalho, Fernandinho virou seu homem de confiança.

Em várias entrevistas, o comandante destacou sua importância para a equipe e rasgou elogios. Em 2019, disse que ele era “um jogador incrível, excelente para o time”.

No esquema tático, Rodri é o primeiro volante da equipe, mas não será fácil substituir a liderança de Fernandinho.

Nove anos de sucesso no futebol inglês

Após uma longa passagem pelo Shakhtar Donetsk, Fernandinho foi contratado pelo Manchester City em 2013, quando o técnico era Manuel Pellegrini. Na Ucrânia, ele foi eleito o melhor brasileiro da história do clube pelos torcedores.

O volante decidiu vestir a camisa 25 por escolha do seu filho, já que a camisa 7 tinha dono — James Milner.

Desde então, o volante ganhou a confiança da torcida e se transformou em um dos pilares da equipe. São 381 jogos com a camisa dos Citizens e 10 títulos conquistados. A Champions não veio, mas são quatro títulos da Premier League, sendo que o quinto está muito próximo.

Para além do Etihad Stadium, Fernandinho também é um líder extracampo e referência para os brasileiros que atuam na Inglaterra. Os brasileiros no Liverpool, por exemplo, chamam o volante adversário de “nosso capitão”.

É um sinal de respeito pelo jogador de 37 anos, que defendeu o Brasil em duas Copas do Mundo e virou homem de confiança de Pep Guardiola.

Fernandinho é considerado uma lenda pelos torcedores do City

De fato, essa liderança fez o meio-campista ser escolhido como o capitão do Manchester City em 2020, após a saída de David Silva. Mesmo sem a faixa, o camisa 25 já era um líder natural dentro do campo.

Esse reconhecimento também vem dos torcedores da equipe inglesa. Quando anunciou que não continuaria no Manchester City, ele recebeu diversas mensagens nas redes sociais. Palavras como “lenda” e “brilhante” foram usadas pelos fãs.

Outros jogadores, como Vincent Kompany, David Silva e Sergio Aguero, frequentam as listas de maiores jogadores da equipe. Porém, o brasileiro se credenciou a ser considerado entre os grandes, até pela sua importância na última década e longevidade no City.

Brasileiro fez história na Premier League

Fernandinho é reconhecido como um dos brasileiros mais importantes da Premier League. Recentemente, ele foi eleito o terceiro melhor sul-americano da história da liga pela revista FourFourTwo, uma das mais respeitadas do esporte.

Por sinal, ele é o melhor brasileiro da lista. Fernandinho fica atrás somente de Luis Suárez, que fez história no Liverpool, e seu ex-companheiro Sergio Aguero, que está entre os maiores da história do City.

Nos últimos dias, o Manchester City inaugurou uma estátua do atacante argentino para comemorar os 10 anos do primeiro título da Premier League. Por todas as suas realizações, não é loucura pensar que Fernandinho possa ganhar também uma grande homenagem do clube.

Artigos Relacionados