• Atlético Mineiro
  • Fluminense
  • Grêmio
  • São Paulo FC
  • Corinthians
  • Internacional
  • Vasco da Gama
  • Santos FC
  • Sport
  • Palmeiras
  • Atlético PR
  • Chapecoense
  • Ponte Preta
  • Avai
  • Cruzeiro
  • Flamengo
  • Figueirense
  • Goias
  • Coritiba
  • Joinville

Relembre a última Copa América

Action Images

Duas semanas para a bola rolar nos gramados brasileiros para a disputa da edição 2019 da Copa América, você pode verificar os prognósticos aqui. O Brasil vai em busca da sua nona taça e, além disso, encerrar um incômodo jejum: são três edições sequer alcançando as semifinais da competição.

Na última delas, a Copa América edição Centenário, disputada em 2016, nos Estados Unidos, a equipe decepcionou e muito o seu torcedor: o Brasil encerrou a sua participação ainda na fase de grupos, ficando em terceiro lugar em um grupo que ainda tinha Peru, Equador e Haiti.

A equipe comandada por Dunga iniciou a campanha com um amargo empate por 0 a 0 contra o Equador. Passada a decepção da estreia, quatro dias depois um pouco mais de tranquilidade pairou no ambiente canarinho: diante do modesto Haiti, vitória por 7 a 1. Philippe Coutinho brilhou marcando três gols, Renato Augusto mais dois, enquanto Gabriel Barbosa e Lucas Lima deixaram um cada.

Bastava uma simples vitória no último jogo, contra o Peru, no terceiro jogo. A equipe de Cueva e Guerrero, entretanto, tinha outro desfecho: Ruidíaz marcou aos 30 do segundo tempo, eliminou a Seleção Brasileira e carimbou a vaga para a fase eliminatória, colocando o Peru como líder do grupo, com sete pontos. Na segunda colocação, o Equador avançou com cinco. Brasil ficou com quatro e o Haiti foi eliminado sem pontuar, mas marcando um histórico gol: justamente diante da Seleção Brasileira.

Nas quartas, os Estados Unidos eliminou o Equador (2 a 1), a Argentina passou fácil pela Venezuela (4 a 1), a Colômbia avançou nos pênaltis contra o Peru, depois de um 0 a 0 no tempo regulamentar, enquanto o Chile, atual campeão, não deu chances ao México: um impiedoso 7 a 0, com quatro gols de Eduardo Vargas.

Na semifinal, novamente a Argentina de Lionel Messi não encontrou dificuldades: aplicou 4 a 0 nos Estados Unidos, com um gol do camisa 10 do Barcelona, outro de Lavezzi e mais dois de Higuaín (ele já havia marcado duas vezes nas quartas). Na outra semifinal, Áranguiz e Fuenzalida deram a vitória aos chilenos diante da Colômbia.

Dessa forma, Argentina e Chile se reencontraram na decisão da competição. Assim como havia acontecido na edição passada, apenas um ano antes. E assim como em 2015, o 0 a 0 tomou conta do placar durante o tempo regulamentar e a decisão foi para os pênaltis.

E também, assim como na decisão passada, o Chile saiu com a taça da competição, pela segunda vez na sua história –. Messi e Biglia perderam os pênaltis pelo lado argentino, enquanto apenas Vidal errou pelos chilenos: 4 a 2 e taça no armário.

Eduardo Vargas encerrou a competição como artilheiro, com cinco gols marcados (contra quatro de Lionel Messi), além de levar o prêmio Bola de Ouro.

Na disputa pelo terceiro lugar, a Colômbia venceu os donos da casa por 1 a 0, com gol de Bacca. Foi a primeira vez que os Estados Unidos sediaram a competição, com 14 estádios espalhados pelo seu território, com a grande decisão no Metlife Stadium, em East Rutherford, Nova Jersey.  

 
 

Ultimas notícias

  • Todas
  • Seleção
  • Clubes
  • Jogadores
prev
    next

    Fórum de Futebol

      prev
      next
      To the top