• Atlético Mineiro
  • Fluminense
  • Grêmio
  • São Paulo FC
  • Corinthians
  • Internacional
  • Vasco da Gama
  • Santos FC
  • Sport
  • Palmeiras
  • Atlético PR
  • Chapecoense
  • Ponte Preta
  • Avai
  • Cruzeiro
  • Flamengo
  • Figueirense
  • Goias
  • Coritiba
  • Joinville

EXCLUSIVO: Sambafoot conversa com Juninho Pernambucano, que não garante ficar no Vasco em 2013

Juninho tem contrato com o Cruzmaltino somente até o fim do ano
Marcelo Sadio / Vasco.com.br
O nosso site falou com o craque do Vasco sobre o momento do futebol francês, sua boa forma física e outros assuntos

Juninho, nós observamos alguns treinamentos do Vasco e pudemos ver que você corre como um jovem de 20 anos. Como você explica a sua boa forma física?

Depois que saí do Lyon, passei duas temporadas no Catar. Somando o primeiro e o segundo ano, eu joguei apenas 35 partidas. Este período permitiu que eu descansasse e tivesse tempo para me recuperar fisicamente. Eu consegui manter o mesmo peso de quando eu comecei a jogar, o que facilita um pouco as coisas. No mais, eu continuo com o mesmo desejo de jogar, o mesmo amor ao futebol, mas sei que o fim da minha carreira está próximo, não tem jeito. Mas ainda tenho o mesmo prazer de treinar a cada dia.

Você jogou oito anos no Lyon. Após sua saída, o clube começou a declinar nos resultados...

Eu saí em 2009, mas no ano seguinte o Lyon conseguiu chegar à semifinal da Liga dos Campeões. Mas a queda nos resultados é natural, especialmente em lugares que tiveram problemas econômicos, como o Lyon. O clube deixou jogadores importantes saírem e deu mais espaço aos jovens do centro de formação. Para mim, o Lyon continua entre os dois, três melhores times da França. Eu espero que o clube recupere rapidamente o caminho das vitórias, mas, com o momento do Paris Saint-Germain, vai ser difícil.

Você ainda mantém contato com Bernard Lacombe e Jean-Michel Aulas (dirigentes do Lyon)?

Sim, eu falo de tempos em tempos com Bernard, nós nos mantemos em contato. Eu também falei com Aulas na virada do ano. Eu sigo o Campeonato Francês e vejo que o PSG tem uma equipe mais forte do que as outras. Depois, tem o Lyon, o Olympique de Marselha... A Ligue 1 continua sendo um bom campeonato e eu espero que o Paris Saint-Germain chegue longe na Liga dos Campeões.

Na França, as pessoas especulam que você poderia voltar ao Lyon como treinador ou dirigente. Isto é algo que passa pela sua cabeça?

Não tem nada de oficial. Mesmo assim, eu já preparo a minha aposentadoria. Ainda não sei o que farei no ano que vem, porque tenho a possibilidade de ficar no Vasco, mas também já tenho outros contatos. Normalmente, eu jogarei a temporada de 2013. Eu adoraria contribuir mais para o Lyon, mas tenho que estar preparado para isso.

O Lyon fez uma grande limpeza no elenco neste começo de temporada. O que você acha da equipe atual?

O time do Lyon é bastante jovem e muito talentoso. Porém, alguns jogadores não corresponderam tanto quanto Michel Bastos e Gourcuff. Por isto, eu acho que eles estão mais sob pressão do que outros jogadores.

A imprensa francesa ventilou um interesse do Vasco pelo atacante Malouda. O que você pode nos dizer sobre esse assunto?

O Vasco esteve interessado no Malouda, mas o clube passa por um momento econômico difícil e não teve como concretizar uma oferta. Ele interessa a muitos clubes brasileiros, mas há uma diferença econômica bastante importante em nível de contrato. Eu adoraria que o Malouda viesse para me ajudar aqui, mas será difícil.

 
 

Ultimas notícias

  • Todas
  • Seleção
  • Clubes
  • Jogadores
prev
    next

    Fórum de Futebol

    To the top