• Atlético Mineiro
  • Fluminense
  • Grêmio
  • São Paulo FC
  • Corinthians
  • Internacional
  • Vasco da Gama
  • Santos FC
  • Sport
  • Palmeiras
  • Atlético PR
  • Chapecoense
  • Ponte Preta
  • Avai
  • Cruzeiro
  • Flamengo
  • Figueirense
  • Goias
  • Coritiba
  • Joinville

Duque de Caxias 1x2 Flamengo – Rubro-Negro supera expulsão e arranca vitória no fim

Craques Vagner Love e Ronaldinho Gaúcho decidiram para o Fla
VIPCOMM.COM.BR
Partida foi marcada por lance preocupante com o goleiro Felipe

Não foi nada fácil, mas o Flamengo obteve a sua primeira vitória na Taça Rio na noite deste domingo. Jogando sem diversas peças importantes, o Rubro-Negro precisou de 82 minutos para confirmar o resultado, em um pênalti cobrado pelo camisa 10 Ronaldinho Gaúcho. Apesar dos problemas na criação de jogadas que voltaram a ocorrer, a torcida pôde comemorar a boa estreia do chileno Marcos González no miolo de zaga e a conquista dos primeiros três pontos da equipe neste segundo turno do Estadual 2012.

O jogo: gol no início e susto

Como tem sido praxe neste Campeonato Carioca, o primeiro gol da partida não demorou a sair. Logo na marca dos 11 minutos, Vagner Love recebeu de Deivid e finalizou de canhota. A bola beijou a trave e voltou nos pés do camisa 99, que arrematou novamente para inaugurar o marcador. O lance lembrou muito o último tento do atacante, na partida de quarta-feira entre Flamengo e Boavista.

Atuando no 4-3-2-1 que tem sido regra desde que o técnico Joel Santana assumiu, o Fla apostava na velocidade do seu jovem trio de volantes, composto por Luiz Antônio, Muralha e Guilherme Camacho. Apresentando os mesmos problemas de sempre no último passe, a equipe não criava um grande número de oportunidades, mas apresentava um futebol de nível razoável e não sofria grandes riscos.

No outro lado, o Duque tentava explorar as chances de contra-ataque com a velocidade de Jefinho e Watthimem. Os dois atletas, sempre bem abertos no 4-2-3-1 armado pelo técnico Eduardo Allax, jogavam nas costas dos laterais rubro-negros e buscavam centrar bolas em boas condições para o pesado centroavante Gilcimar.

O lance mais marcante do jogo veio aos 20 minutos. Mas não se tratou de um drible magnífico ou de mais um gol: em uma dividida com Gilcimar, o goleiro rubro-negro Felipe acabou levando a pior e ficou desacordado por alguns instantes no gramado. O atleta foi socorrido pela equipe médica do Flamengo e levado diretamente a um hospital de Macaé. O jovem Paulo Victor entrou em seu lugar.

Crescimento do Duque, resposta rubro-negra

No segundo tempo, o Fla não alterou a sua postura. Mostrando-se até mesmo acomodado com o resultado favorável, a equipe tocava a bola sem muita objetividade e continuava tendo dificuldades para criar reais oportunidades de perigo para o goleiro Fernando.

O Duque de Caxias, por outro lado, sentia-se cada vez mais confortável em campo, e permanecia utilizando os dois pontas para criar as melhores chances da partida. Aos 15 minutos, a insistência da equipe foi premiada. O lateral esquerdo Rodrigues cobrou falta de longe e pegou o goleiro Paulo Victor desprevenido. Era o empate em Macaé.

Sentindo a necessidade de melhorar a qualidade do passe no meio, o técnico rubro-negro Joel Santana promoveu a entrada do meia argentino Darío Bottinelli. Mas a tática não deu certo: apenas 7 minutos após ter entrado em campo, o jogador cometeu falta violenta em Arilson e acabou expulso pelo árbitro Péricles Bassols.

Era tudo o que o Duque de Caxias precisava para se animar ainda mais na partida, e um sinal de que as coisas deveriam não acabar bem para o Fla. Mas o futebol mais uma vez contrariou a lógica: na marca dos 36, logo após a aplicação do cartão vermelho para Bottinelli, um lance veio mudar tudo. O volante Romário segurou o atacante rubro-negro Vagner Love e cometeu um pênalti infantil. Ronaldinho Gaúcho cobrou com categoria para dar números finais ao jogo.

Com o resultado, o Flamengo sobe para a 4ª posição do Grupo A, com 3 pontos conquistados. O próximo compromisso da equipe pelo Estadual será o clássico contra o Fluminense, às 18h30 do próximo domingo, no Engenhão. Antes disso, no entanto, o Rubro-Negro receberá os equatorianos do Emelec, às 19h30 de quinta-feira, em partida válida pela Copa Libertadores. O Duque de Caxias permanece em 7º no Grupo B, e já se prepara para o confronto contra o Nova Iguaçu, às 16h do próximo sábado, no Laranjão.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, Macaé (RJ)

Data/Horário: 04/03/2012 - 18h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Péricles Bassols (RJ)

Gols: Vagner Love, 11'/1ºT (0-1); Rodrigues, 15’/2ºT (1-1); Ronaldinho Gaúcho, 37’/2ºT (1-2)

Cartões amarelos: Rafinha, 16’/2ºT, Jorge Fellipe, 33’/2º T e Romário, 35’/2º T (Duque de Caxias); Marcos González, 14’/1ºT e Muralha, 23’/2ºT (Flamengo)

Cartão vermelho: Darío Bottinelli, 32’/2ºT

Duque de Caxias (4-2-3-1): Fernando; Arilson, Paulão (capitão), Jorge Fellipe e Rodrigues; Juninho e Romário; Jefinho, Raphael Augusto (Danilo Rios, 38’/2ºT) e Watthimem (Rafinha, 14’/2ºT); Gilcimar (Laio, 38’/2ºT). Técnico: Eduardo Allax.

Flamengo (4-3-2-1): Felipe (Paulo Victor, 20’/1ºT); Rafael Galhardo (Darío Bottinelli, 25’/2ºT), Marcos González, David Braz e Júnior César; Luiz Antônio, Muralha e Guilherme Camacho; Deivid (Guilherme Negueba, 13’/2ºT) e Ronaldinho Gaúcho (capitão); Vagner Love. Técnico: Joel Santana.

 
 

Ultimas notícias

  • Todas
  • Seleção
  • Clubes
  • Jogadores
prev
    next

    Fórum de Futebol

      prev
      next
      To the top